Conca diz que ainda não entende por que não jogou no Flamengo

LANCE: Flamengo e Fluminense se encaram nesta sábado, no Maracanã, e um dos muitos nomes em comum na história dos dois clubes foi o do meia argentino Dario Conca, atualmente no Austin Bold FC, dos Estados Unidos. O jogador, porém, teve passagens bem distintas pelos rivais cariocas. No Tricolor, onde teve duas passagens, esteve entre 2008 e 2011 e 2014 e 2015, foi campeão brasileiro e se tornou ídolo da torcida. Já no Rubro-Negro, no ano passado, teve pouquíssimos minutos em campo e não rendeu o esperado.

- Sou muito grato ao Flamengo por ter me dado a oportunidade de terminar meu tratamento no clube e ter aberto as portas no momento mais difícil da minha carreira. Fico pensando o que faltou para que eu conseguisse ter mais minutos em campo, para dar certo no clube. Pensava o que fazia de errado para ter jogado apenas 27 minutos - disse, em entrevista ao programa de "Aqui com Benja", da Fox Sports.

Foto: Gilvan de Souza
À época em que estava no Flamengo, um vídeo circulou em redes sociais em que mostrava ele durante um treino físico onde mostrava uma certa dificuldade ao correr. O fato chateou Conca, que acredita que as imagens foram vazadas por alguém do clube:

- Quando divulgaram aquele vídeo meu no treino, se observarem, o Donatti (Alejandro Donatti) estava correndo ao meu lado. Mas, na época que o vídeo foi divulgado, Donatti nem estava mais no clube, já tinha saído há muito tempo. A gravação só podia ser de alguém do Flamengo, porque a imprensa não tinha acesso aos treinamentos e, daquele ângulo, daquela distância, só pode ter sido gravado por um integrante do clube. Algumas coisas ficaram no ar durante minha presença por lá, mas não quis ir à imprensa falar nada.

Por outro lado, ao lembrar dos momentos em que esteve no Fluminense, Conca - que atuou em todas as rodadas na campanha do título brasileiro de 2010 - fala com carinho do técnico e Muricy Ramalho.

- Minha passagem pelo Fluminense foi muito bacana. Naquele time de 2010 o ponto forte do time foi acreditar em nós mesmos. Tínhamos o Muricy como treinador e a torcida estava do nosso lado. Trabalhamos muito forte para alcançar nosso objetivo. Ainda não consigo acreditar como alcancei aquela marca de jogar as 38 rodadas do campeonato. Eu me cuidava muito, mas sei como é difícil passar a competição inteira sem ser desfalque - afirmou.

Já no Rubro-Negro, no ano passado, teve pouquíssimos minutos em campo e não rendeu o esperado.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget