Jejum de atacantes é uma dor de cabeça para Dorival no Flamengo

O DIA: Em seu primeiro treino no comando do Flamengo, Dorival Júnior traçou um objetivo claro: melhorar o desempenho ofensivo do time, que despencou depois da Copa do Mundo. Comandada por Mauricio Barbieri, a equipe marcou 21 gols antes do Mundial, em 12 rodadas, e era líder do Campeonato Brasileiro. Nos 15 jogos seguintes, foram apenas 17 a média de gols teve queda de 35%, passando de 1,75 para 1,14.

A primeira missão do treinador é recuperar a confiança dos centroavantes, que não marcam desde o dia 12 de agosto gol de Henrique Dourado, contra o Cruzeiro. De lá para cá, Lincoln, Uribe e o Ceifador, que se revezaram na função, ainda não balançaram a rede.

Foto: Gilvan de Souza
Durante a atividade de ontem, Dorival deu atenção especial aos atacantes e tratou de incentivá-los. Lincoln foi mantido entre os titulares, mas a tendência é que Dourado ganhe oportunidades com o novo treinador, com quem trabalhou em 2014, pelo Palmeiras. Uribe, que treinava em separado e acaba de ser reintegrado ao elenco, tenta recuperar espaço.

Além de procurar acertar a pontaria, o técnico reclamou dos erros frequentes no ataque, que têm reflexo na falta de criatividade da equipe. No empate em 0 a 0 com o Bahia, por exemplo, o time teve 63% de posse de bola, mas finalizou menos que o adversário (nove vezes, contra 12 do Tricolor Baiano).

Com contrato até o fim do ano, Dorival tenta recolocar o Rubro-Negro na luta pelo título brasileiro, embora tenha apenas 3% de chances, segundo o matemático Tristão Garcia. Fora da zona de classificação direta à fase de grupos da Libertadores, o time ocupa a quinta colocação, com 49 pontos um a menos do que Grêmio, quarto colocado, e a quatro do líder Palmeiras.

TÉCNICO TEM PROBLEMAS PARA ESCALAR OS TITULARES

Em seu segundo compromisso pelo Flamengo, contra o Corinthians, sexta-feira, pelo Brasileiro, Dorival ainda não poderá contar com o goleiro Diego Alves, com uma lesão na coxa esquerda. O meia Diego e o volante Jean Lucas, ambos se recuperando de lesão na coxa direita, são dúvidas para o duelo. No treino, o técnico levou a campo a mesma escalação do empate em 0 a 0 com o Bahia, sábado, em Salvador.

Diego e Jean Lucas fizeram apenas tratamento em separado. A expectativa é pelo retorno dos atletas ao gramado até o treino de quinta-feira. Caso contrário, eles não irão a São Paulo enfrentar o Corinthians. A partida de sexta-feira terá um sabor especial para time e o torcedor rubro-negro, já que o Flamengo foi eliminado pelo Corinthians na Copa do Brasil há cinco dias, no jogo que acabou provocando a demissão do técnico Mauricio Barbieri.

Durante a atividade de ontem, Dorival deu atenção especial aos atacantes e tratou de incentivá-los.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget