"Torcida do Corinthians apoia, mas do Fla é diferente", diz Djalminha

COLUNA DO FLAMENGO: No início da década de 90, o Flamengo passava longe de ser o que é hoje, no que diz respeito a organização, finanças e estrutura. Ainda assim, o Rubro-Negro era uma equipe temida e desejada por diversos jogadores. Um dos atletas que marcou época nesse período foi Djalminha, que falou ao Canal Pilhado sobre o quão é diferente atuar pelo Flamengo:

“É diferente, sem dúvida. Eu fui criado na base e conheço o Flamengo, sei como que é. Mas pode perguntar para todos que jogaram no passado e que hoje têm a oportunidade de vestir a camisa“, disse ele.

— É muito contagiante. No Brasil, é o auge. Mesmo que na época (que eu joguei) o clube não fosse estruturado como é hoje. Hoje é diferente, porque o clube tem nome, é prazeroso de jogar e ainda tem dinheiro, CT e condições melhores possíveis. Naquela época, os jogadores queriam jogar porque era o Flamengo, sentindo na pele que era diferente. Essa torcida não tem igual. A torcida do Corinthians apoia muito, a do Palmeiras também. Mas a do Flamengo é diferente, não tem jeito.

Foto: Reprodução
Criado na base do Flamengo, Djalminha passou a integrar os profissionais do Fla em 1990 e ficou por lá até 1993. Durante essas temporadas, ele realizou 92 partidas e marcou 20 gols, ajudando a conquistar o pentacampeonato brasileiro do clube da Gávea.

A torcida do Corinthians apoia muito, a do Palmeiras também. Mas a do Flamengo é diferente, não tem jeito.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget