Empresáio de Diego Alves busca clubes da Arábia

GILMAR FERREIRA: O empresário Eduardo Maluf, responsável pela gestão de carreira de Diego Alves já se movimenta para construir novos rumos para o goleiro.

Ele tem a intenção de aproveitar a janela de dezembro para viabilizar a transferência do jogador para o Al-Ittihad, da Arábia Saudita.

Já houve sondagens, mas ainda não há propostas sobre a mesa.

O Flamengo, pelo menos sob a batuta de Ricardo Lomba no comando do futebol, não pensa em abrir mão de seus direitos.

Pelo contrário: a posição do clube segue sendo a de utilizá-lo como moeda de troca em operações, por exemplo, com São Paulo ou Internacional.

Os dois clubes já teriam sinalizado o mercado o interesse de se reforçar nessa posição e os rubro-negros, se procurados, aceitam conversar.

Tudo dependerá, é claro, das eleições presidenciais do dia 8 de dezembro, e do desfecho do time no Campeonato Brasileiro.

Foto: Divulgação
Mas este é o lado do clube.

O goleiro está mesmo impactado pela forma como foi tratado, desde o afastamento da partida contra o Paraná, além do próprio encaminhamento do caso.

Abatimento que se potencializa pelo fato de ele ter escolhido jogar pelo Flamengo ao assinar seu distrato com o Valência, em 2017.

O empresário tem dito a pessoas próximas que seu cliente tinha ofertas mais lucrativas do futebol europeu e fechou com os rubro-negros por € 300 mil.

A questão chegou a tal ponto que o relacionamento entre as partes agora é meramente formal.

A multa rescisória para clubes brasileiros é estipulada em R$ 40 milhões, subindo para R$ 100 milhões em negociações com clubes do exterior.

Ou seja: é evidente que clube nenhum vai pagar este valor por um goleiro de 33 anos.

Por outro lado, com salários mensais de R$ 500 mil, Diego Alves tem ainda R$ 13 milhões a receber do clube, fora 13° salários e premiações.

E isso fatalmente os obrigará a um acordo.

Diego Alves foi contratado no ano passado e, até o momento, fez 68 jogos vestindo a camisa do Flamengo.

Com ele, o time venceu trinta, empatou vinte e perdeu dezoito.

O cartel é bom mas ficou abaixo do que a diretoria esperava em termos de conquistas para um goleiro com tamanha bagagem internacional.

E isso abre outra discussão: será que o Flamengo precisa gastar tanto por mês numa posição em que sua prata da casa, amadurece a cada partida?

Vejamos o que nos mostra a partida desta tarde, contra o São Paulo, no Morumbi.

O Flamengo, pelo menos sob a batuta de Ricardo Lomba no comando do futebol, não pensa em abrir mão de seus direitos.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget