Referência do Flamengo, Paquetá vive "inferno astral" em despedida

UOL: Lucas Paquetá tem apenas mais dois jogos a fazer com a camisa do Flamengo. Expulso na vitória por 1 a 0 sobre o Sport, o meia não estará presente no duelo importantíssimo contra o Grêmio, quarta-feira (21), às 21h45 (de Brasília), no Maracanã, e vive um "inferno astral" particular na despedida do clube de coração.

Se Paquetá já foi fundamental em diversos jogos da temporada, sendo avaliado pela crítica especializada como o melhor jogador do time, o adeus tem sido marcado por atuações ruins, cartões em sequência e resistência da torcida.

Lucas Paquetá em São Paulo x Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
É nítido que o meia caiu de rendimento após a Copa do Mundo, mas ainda conseguiu algum destaque. As duas principais apresentações tiveram um jogador decisivo em vitórias importantes: 2 a 1 no Atlético-MG, quando fez o gol do triunfo, e os 3 a 0 sobre o Corinthians, quando balançou as redes duas vezes.

Depois que a transferência para o Milan-ITA foi oficializada, no entanto, Paquetá pouco acrescentou. A negociação foi fechada por 35 milhões de euros. Dono de 70% dos direitos econômicos do meia, o Flamengo ficou com aproximadamente R$ 100 milhões na transação, além de possíveis bônus.

Mas, se ganhou por um lado, perdeu de outro. Além das críticas da oposição pela venda abaixo da multa rescisória, que era de cerca de R$ 200 milhões, e considerada em momento inoportuno, já que o clube terá eleição presidencial no dia 8 de dezembro, o Rubro-negro viu Paquetá chutar para fora chance importantíssima no empate com o Palmeiras, em confronto direto pelo título do Campeonato Brasileiro.

Depois disso, o jogador ainda somou quatro cartões amarelos e foi expulso contra o Sport minutos depois da primeira punição. Vale lembrar que o meia ainda poderia ter sido punido de forma mais severa na derrota por 2 a 1 para o Botafogo, quando acertou Brenner.

Paquetá disputou 93 partidas com a camisa do Flamengo e fez 18 gols. Perto de iniciar a trajetória no futebol europeu, ele se despede do Rubro-negro de uma forma diferente da qual imaginava. Há, no entanto, duas oportunidades para tentar deixar uma impressão melhor: os jogos contra Cruzeiro (fora) e Atlético-PR no seu palco preferido, o Maracanã.

O adeus tem sido marcado por atuações ruins, cartões em sequência e resistência da torcida.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget