A implosão da candidatura de Ricardo Lomba

ESPORTE 24 HORAS: Jorge Abel Costa

Neste sábado, a política rubro-negra é a principal pauta do dia no futebol brasileiro. Atualmente, dois candidatos rivalizam a sucessão de Bandeira de Mello. Um deles é Ricardo Lomba. Candidato da situação, Lomba chegou a essa eleição confiante na manutenção do trabalho. No entanto, neste momento, o candidato se depara com um favoritismo surpreendente do seu oponente. Por isso, o Esporte 24 Horas vai te mostrar os motivos que fizeram o atual vice de futebol perde fôlego na eleição.

Críticas sobre o futebol
Após seis anos de investimento em reestruturação, Flamengo atingiu um nível de soberania financeira dentro do futebol brasileiro. Junto com o Palmeiras, o clube carioca monopolizou os principais investimentos do mercado de contratações. No entanto, o resultado dentro de campo não foram o esperado. Durante todo o período, foi apenas um título de expressão: Copa do Brasil de 2013. Por outro lado, a equipe rubro-negra começou a acumular boas campanhas. Mas acabava falhando no momento decisivo.

Foto: Gilvan de Souza
O desempenho frustrante, por sua vez, incomodou a torcida. Por isso, os dirigente começaram a ser responsabilizados pela falta de conquista. Com isso, Ricardo Lomba, atual vice-presidente de futebol, se viu isolado e rotulado como um dos dirigentes sem comando. Fator que foi muito atacado por seus rivais ao longo de toda campanha. Talvez, esse tenha sido o principal motivo do enfraquecimento da candidatura.

Falta de autocrítica
Em cima dos questionamentos, um detalhe ajudou a reforçar ainda mais a opinião do torcedor: a falta de autocrítica. Em nenhum momento, Ricardo Lomba se mostrou inconformado com o andamento do futebol. Pelo contrário, o candidato fez questão de inúmeras questionar as críticas que recebia e exaltar os resultados obtidos. Por exemplo, no lançamento da sua candidatura. Na oportunidade, Lomba declarou que continuaria fazendo tudo da mesma forma.

“Vamos procurar manter o que estamos fazendo. Temos que investir cada vez mais em estrutura para jogadores terem todo o conforto e equipamentos ideais. Temos que investir muito também na base, que já estamos fazendo. Temos muito orgulho da frase “Craque o Flamengo faz em casa”. Devemos continuar investindo muito nisso”, afirmou Ricardo Lomba.

Base enfraquecida

Outro investimento que Ricardo Lomba poderia ter feito é na sua base de apoio. Além de associar sua imagem ao desgastado Bandeira de Mello, o candidato não se aproximou de nomes fortes da política rubro-negra. Por outro lado, seu oponente se cercou de apoiadores robusto. Fato que ajudou ainda mais no esvaziamento da candidatura de Lomba.

No entanto, vale ressaltar que esse é o cenário momentâneo. Ainda temos eleição pela frente e uma reviravolta pode ocorrer. Mas, diante dos números, ela se mostra cada vez mais difícil. Por outro lado, é preciso reconhecer o grande trabalho feito pela atual administração do Flamengo. O clube melhorou em termos financeiros e estruturais. Porém, se tivesse ocorrido uma autocrítica mais consciente do trabalho, as chances poderiam ter sido maiores.

Após seis anos de investimento em reestruturação, Flamengo atingiu um nível de soberania financeira dentro do futebol brasileiro.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget