Diego ainda está processando árbitro que o acusou de tê-lo xingado

COLUNA DO FLAMENGO: Flamengo x Vasco tem se tornado um clássico cada vez mais acirrado. Não à toa, é considerado um dos maiores do Brasil. Porém, um episódio que aconteceu no segundo turno do Campeonato Brasileiro desta temporada, ainda deve render durante alguns anos: a expulsão de Diego Ribas, aos 12 minutos do segundo tempo, em jogo disputado em setembro, contra o Cruzmaltino. O jogador falou sobre o tema no programa Bola da Vez, da ESPN.

A partida, válida pela 25ª rodada do Brasileirão 2018, foi disputada no Mané Garrincha, em Brasília, e terminou 1 a 1. Após bate-boca com jogadores vascaínos, Diego foi expulso com cartão vermelho direto pelo árbitro Luiz Flávio de Oliveira, que alegou, na súmula, ter sido xingado pelo meia. Porém, o camisa 10 garante não ter feito isso e contou que seu sobrinho acreditou no que Luiz Flávio escreveu, o que chateou o jogador, fazendo com que ele entrasse com um processo contra o apitador.


— Eu tive um episódio muito grave, que foi aquela expulsão contra o Vasco, que o juiz falou que eu xinguei ele… Aquilo me deixou revoltado. O advogado falou: “Pô, Diego, não quer deixar isso para lá?”, eu falei: “Não, cara, não vou deixar isso para lá, eu vou até o fim”. Porque eu achei uma irresponsabilidade tremenda, um cara fazer aquilo. Ele falou que eu xinguei ele, é uma irresponsabilidade enorme, porque nós somos exemplos. Eu cheguei em casa, e o meu sobrinho pegou e falou: “É, meu tio xingou ele mesmo”, minha esposa falou: “Ele não xingou. Não acredito que ele faria isso”. Mas gerou uma dúvida na cabeça do meu sobrinho, e eu falei que não xinguei, pois ele colocou aquilo (na súmula), para justificar um erro dele, por ter me dado o cartão vermelho direto. Estou processando ele, porque tem que ser responsável. Ali me acendeu um alerta em relação a arbitragem (no Brasil) —, contou o meia.

Diego Ribas tem contrato até o dia 31 de julho de 2019. O meio-campista tem algumas propostas de outros times, mas garante que deseja permanecer no Rubro-Negro. Desde que foi contratado, em meado de 2016, Diego entrou em campo em 117 partidas oficiais e marcou 32 gols pelo Mais Querido. A definição sobre a renovação do vínculo do atleta com o clube deve acontecer apenas após a eleição, que acontecerá no próximo dia 08 deste mês (sábado).

O camisa 10 do Flamengo garante não ter feito isso e contou que seu sobrinho acreditou no que Luiz Flávio escreveu.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget