Notícias que a torcida do Flamengo vê todo ano

ESPN FC: Por João Luis Jr.

O retorno de Vagner Love: Por mais triste que isso possa ser, é preciso reconhecer que muitos de nós vão, durante suas vidas, ouvir muito mais vezes a frase “Flamengo negocia com Vagner Love” do que coisas como “eu te amo”, “bom trabalho” ou “sentimos muito orgulho de você, filho”. Isso porque desde a última vez que o jogador vestiu a camisa rubro-negra, em 2012, seu retorno vem sendo ventilado em absolutamente todas as janelas de transferência, esteja o jogador em boa fase, má fase, time russo, time francês, time turco. Vagner Love trocou a cor das trancinhas? Sinal de que está negociando com o Flamengo. Diretor de futebol rubro-negro viajou pra Europa? Pra negociar com Vagner Love. Artilheiro do campeonato turco? Sinal de que tá pronto pra voltar. Em baixa na China? Forçando a barra pra vir pro Mengão.

Foto: Divulgação
Com 34 anos – seis anos mais velho do que nas boas lembranças que temos de 2012 – e com um salário de mais de 600 mil reais por mês, valeria a pena para o Flamengo trazer Vagner Love? Provavelmente não, mas a simples ideia de um atacante que gosta do clube e tem um vago conhecimento dessa arte chamada “fazer gol” já é o bastante pra sustentar um noticiário e garantir que o torcedor clique naquele link de portal.

O retorno de Adriano Imperador: Um caso ainda mais grave do que o de Vagner Love – afinal, Love ao menos ainda é um jogador profissional – esse verdadeiro sebastianismo rubro-negro envolvendo Adriano Imperador se sustenta através de duas premissas, ambas verdadeiras, mas complicadas. Uma é o fato de que ok, Adriano nunca anunciou oficialmente sua aposentadoria, então ele voltar é algo que, em termos de pura lógica, não pode ser descartado. Outra é o fato de que hoje em dia o mercado de centroavantes no futebol nacional é tão ruim, tão triste, tão precário, que qualquer um que tenha visto o Imperador no auge pensa que ele, mesmo com 36 anos, conseguiria se destacar no meio de Dourados, Deyversons, Gabigols.

Mas é preciso lembrar que, ainda que Adriano não se considere aposentado, ele não entra em campo desde 2014 e depois que, ainda que obviamente caso Adriano estivesse em boas condições físicas ele seria titular absoluto do Flamengo, ele não está em boas condições físicas. Por mais que doa, é hora do torcedor rubro-negro aceitar que o Imperador hoje é um craque apenas no Instagram, onde intercala simpáticas selfies e imagens de seus cachorros com legendas ao mesmo tempo sintéticas e enigmáticas.

O estrangeiro que você nunca viu antes: Você não acompanha o futebol chileno. Você não acompanha o futebol do Equador. Você nunca viu um jogo do campeonato mexicano. A única partida entre dois argentinos que você viu nos últimos 5 anos foi esse último Boca e River e você estava alcoolizado durante todo o segundo tempo. Então quando alguém fala coisas como “meia promissor do Velez”, “melhor lateral do campeonato peruano” ou “artilheiro da liga do México” você pode até fingir que sabe do que estão falando, pode dizer na mesa do bar alguma coisa que você pesquisou na internet, mas a verdade é que você não tem a menor base pra discutir se o jogador é bom ou ruim.

“Ah, mas se jogou num grande argentino não pode ser horrível, né?”, “se já foi convocado pra alguma seleção capacidade ele precisa ter”. Aí você lembra que Walter Minhoca já jogou no Flamengo e que Rômulo teve passagem pela seleção e só te sobra mesmo é rezar. Mas isso não quer dizer que naquele grupo do Whatsapp não tenha gente garantindo que o gringo vem pra ser titular, claro.

A contratação milionária absurda: Após vários anos o Flamengo finalmente saiu da crise financeira. Contas de luz estão pagas, jogadores estão com o salário em dia, ninguém mais é empurrado pelo CT dentro de um carrinho de mão, vendemos jogadores por milhões de euros e não por seis meses de empréstimo do Vampeta. E com isso o Flamengo se tornou capaz de sonhar mais alto em termos de contratações? Claro. Mas isso quer dizer que hoje torcemos para um clube milionário, um Real Madrid, um PSG da vida? Lendo algumas notícias você pode pensar que sim, mas a resposta é "claro que não".

E exatamente por isso os boatos envolvendo altos valores, como o de que Gabigol seria comprado pelo Flamengo por 100 milhões de reais, conseguem ser ao mesmo tempo muito animadores e causar profundo desespero. Animadores porque o simples fato de alguém considerar que o Flamengo tem 100 milhões pra pagar em um jogador é um atestado do quanto o clube evoluiu nas suas finanças. E causam desespero porque, se o Flamengo for capaz de gastar esse dinheiro todo em mais um atacante sem trazer nenhum lateral, era mais vantagem investir a grana em pesquisa pra daqui a 20 anos a gente conseguir clonar o Junior e o Leandro em laboratório.

Diretor de futebol rubro-negro viajou pra Europa? Pra negociar com Vagner Love. Artilheiro do campeonato turco? Sinal de que tá pronto pra voltar.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget