Citado na Lava-Jato, Landim pode não concorrer à eleição no Fla

VEJA: Por Maurício Lima

Um sócio do Flamengo protocolou questionamento sobre a candidatura do Rodolfo Landim para a presidência do clube. Isso porque Landim, que já presidiu a BR Distribuidora, é citado na Lava-Jato em delação feita por Renato Duque. Um dos critérios para disputar o cargo é a idoneidade.

Em depoimento dado à Polícia Federal em fevereiro, Duque disse que a ex-presidente da Petrobras Graça Foster “acreditava que o aluguel da sede da BR estava muito caro”. A BR era, naquele momento, administrada por Landim.

Foto: Getty Images
“Graça confidenciou ao declarante que acreditava que esse contrato teria envolvido o pagamento de propina, dado o seu valor desproporcional, e que os envolvidos na assinatura do contrato haviam sido Rodolfo Landim (presidente da BR) e Nelson Guitti (diretor Financeiro da BR)”.

“O declarante sugeriu que Graça então pedisse uma auditoria no contrato e Graça achou melhor não, porque Landim era ligado a Dilma e que por conta disso não iria mexer nisso porque “iria feder”; que Graça então insistiu para que o prédio fosse passado adiante e então a solução encontrada foi repassá-lo à Petrobrás, tendo virado então um prédio universidade da Petrobrás.”

Um sócio do Flamengo protocolou questionamento sobre a candidatura do Rodolfo Landim para a presidência do clube.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget