Dorival Jr tem fama de confrontar "medalhões" nos Clubes

COLUNA DO FLAMENGO: Dorival Júnior surpreendeu a muitos, quando na última semana, decidiu continuar com César no gol do Flamengo e definiu que o experiente Diego Alves estava barrado. No entanto, ir contra os chamados “medalhões” do futebol brasileiro não é nenhuma novidade para o treinador. Paulo Henrique Ganso, Nenê e até Neymar já tiveram problemas com o comandante.

O maior desentendimento foi justamente com o atual capitão da seleção brasileira. Em 2010, quando dirigia o Santos, Dorival foi xingado pela joia santista durante uma partida. Após o ocorrido, batalhou nos bastidores por um afastamento do jogador. A diretoria o deixou de fora de apenas um jogo. Não satisfeito, o comandante tentou aumentar a punição, e acabou sendo mandado embora.

Dorival Jr com Neymar e Ganso - Foto: Ivan Storti
No mesmo ano, também pela equipe santista, Dorival Jr. bateu de frente com o outro craque do time. Na época, mais um jovem: Paulo Henrique Ganso, hoje no futebol francês. Durante a final do Campeonato Paulista, o treinador decidiu substituir o meio-campista, que se negou a sair, e acabou ficando em campo. Porém, após o apito final e o título alvinegro, o comandante elogiou o jogador pela “atitude de homem”.

Mais recentemente, no início desta temporada, Dorival Júnior teve um pequeno atrito com Nenê, no São Paulo. O meia foi contratado pela equipe paulista junto ao Vasco da Gama, mas o reforço não havia sido um pedido do treinador, que deixou isso bem claro em entrevista coletiva. Apesar de ter atuado sob o comando dele, o camisa 10 viu seu rendimento crescer justamente após a saída do treinador, passando de inconstante, para peça fundamental do time tricolor.

Portanto, Dorival Júnior, em sua carreira, mostra que não tem receio de barrar jogadores considerados intocáveis, a maioria deles craques de bola. Além disso, alguns fatores podem dar uma carta branca ao treinador para mexer aonde quiser no Flamengo. Com a atual diretoria garantida somente até o fim do ano, e seu contrato terminando ao fim do Brasileirão, a preocupação com a gestão de um problema a longo prazo pode não passar pela cabeça. O resultado, independente de desagrados, deverá ser priorizado.


Além disso, alguns fatores podem dar uma carta branca ao treinador para mexer aonde quiser no Flamengo.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget