Flamengo não vence Corinthians fora pelo Brasileiro desde 2009

GLOBO ESPORTE: Mais uma vez em São Paulo para enfrentar o Corinthians, agora o Flamengo busca continuar na briga pela liderança do Brasileirão e do fim de um jejum que dura oito jogos: vencer os paulistas fora de casa pelo Campeonato Brasileiro. O último encontro entre as equipes culminou na eliminação do Rubro-Negro da Copa do Brasil. O resultado negativo foi a gota d'água para a crise na Gávea que resultou na demissão de Maurício Barbieri.

Além de vir de uma derrota em um confronto decisivo contra o Alvinegro, o Flamengo não vence o Corinthians, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro, desde a penúltima rodada da edição de 2009. A última vitória foi em uma partida polêmica disputada em Campinas, no Brinco de Ouro, e foi decisiva para o título do Rubro-Negro.

Foto: Divulgação
Em 2009, o Flamengo vivia a expectativa de acabar com a seca de 17 anos sem conquistar um Campeonato Brasileiro. Mas, naquela rodada, especificamente, o Rubro-Negro não pôde contar com o Adriano Imperador, seu principal jogador, que estava com uma bolha no calcanhar, reflexo de uma queimadura em um cano de descarga de uma moto. Desde então, foram sete derrotas e um empate.

Na ocasião, Flamengo, São Paulo, Internacional e Palmeiras disputavam a liderança do Brasileirão. Já o Corinthians não brigava por mais nada no campeonato e tinha levado a Copa do Brasil daquele ano. O jogo entre os times com as duas maiores torcidas do Brasil terminou 2 a 0 para a equipe carioca e os torcedores rivais acusaram os jogadores corintianos de ceder a vitória.

Um lance que foi usado como argumento por muitos que acreditaram na entrega do Corinthians foi o segundo gol do Flamengo, de pênalti. A infração surgiu em uma jogada duvidosa de empurrão de Dodô em Leonardo Moura. Os jogadores corintianos ficaram revoltados com a marcação e, na cobrança, o goleiro Felipe ficou parado no meio do gol. Alguns interpretaram como um gesto de indignação com a marcação da penalidade, mas outros consideraram como corpo mole e tentativa de prejudicar os rivais São Paulo e Palmeiras.

O pênalti foi marcado aos 45 minutos do segundo tempo e, naquela altura da partida, a vitória do Flamengo estava encaminhada. Já que ganhava de 1 a 0, tinha um a mais desde os 23 minutos da última etapa e o Corinthians já havia feito duas substituições por lesão durante o jogo. Um dos substituídos foi o atacante Ronaldo Fenômeno, que saiu para dar lugar a Souza.

Mesmo com o domínio de boa parte do jogo, quase que o Flamengo deixou a vitória escapar, sendo ameçado principalmente nas bolas paradas. Defederico, que fez grande partida, levou perigo em jogada individual que só não foi gol porque Ronaldo Angelim salvou em cima da linha.

O jogo desta sexta-feira, às 21h, na Arena Corinthians, não é em um momento tão decisivo como o de 2009, mas uma vitória na Arena Corinthians é fundamental se o Flamengo quiser continuar na briga pelo Brasileirão. O time de Dorival Júnior está na quinta colocação com 49 pontos, a quatro do líder Palmeiras.

A última vitória foi em uma partida polêmica disputada em Campinas, no Brinco de Ouro, e foi decisiva para o título do Rubro-Negro.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget