Flamengo sequer cogitou a rescisão com Diego Alves

LANCE: Durante toda a tarde de terça-feira, a direção do Flamengo esteve reunida com Diego Alves e o seu empresário, Eduardo Maluf, tentando contornar a situação criada pela recusa do goleiro em viajar com o grupo ao ser informado que seria reserva. As partes, porém, ficaram distantes de um denominador comum e as conversas seguirão no dias que antecedem a "decisão" contra o Palmeiras. A preocupação é que o episódio tire o foco do time da disputa do título brasileiro.

A reaproximação entre Diego Alves e Flamengo terá um capítulo importante nesta quarta: o camisa 1 treinará com o elenco. Esta foi uma das resoluções tomadas nas conversas no Ninho do Urubu e informada por Ricardo Lomba, vice de futebol. A atitude do goleiro não repercutiu bem entre os jogadores, cabendo aos envolvidos, principalmente ao goleiro, muito "jogo de cintura" para não tornar o bom ambiente de trabalho atual em um clima insustentável.

Foto: Gilvan de Souza
Na terça, o contato entre Diego Alves e o resto do grupo foi pequeno. O goleiro chegou ao CT pouco antes das 15h - o treino estava marcado para às 15h30 - e logo foi reunir-se com os dirigentes. Depois, enquanto os companheiros foram ao gramado, permaneceu na parte interna do CEP Fla e trabalhou na academia. Depois, novas conversas com a direção do Fla, deixando o Ninho do Urubu por volta das 19h, durante a entrevista coletiva de Ricardo Lomba e Carlos Noval.

A expectativa é de que Diego Alves se retrate com o elenco pela atitude. Porém, na reunião com Lomba, Noval e Bruno Spindel, o goleiro voltou a questionar a decisão de deixá-lo como opção, argumentando que saiu do time por conta de uma lesão, e não por questão técnica, e lembrou de seu histórico pelo time da Gávea. Do outro lado, os diretores lembraram que Dorival Jr é quem decide e tem autonomia para fazer as mudanças que achar necessárias no Flamengo.

Se não respondeu se Diego Alves será punido, multado ou sequer se o goleiro pediu desculpas aos companheiros, Ricardo Lomba deixou claro na entrevista que o momento "escolhido" pelo atleta não poderia ser pior. A equipe evoluiu sob o comando de Dorival, venceu as últimas três rodadas com boas atuações e, no sábado, enfrenta o líder Palmeiras no Maracanã - quatro pontos separam as equipes. Desta forma, todos os movimentos do Flamengo neste momento são visando manter o foco dos jogadores na disputa do título do Brasileirão.

RESCISÃO COM O GOLEIRO É DESCARTADA

Com a concordância do departamento jurídico, o Flamengo aplicará uma multa a Diego Alves pelo ato de indisciplina. A punição não é confirmada pela direção e, tampouco, o valor. Segundo Lomba, "a questão será tratada internamente". A rescisão do contrato do camisa 1, por sua vez, não entrou em pauta no clube.

A qualidade do goleiro é consenso e abrir mão do jogador não faz sentido para a cúpula de futebol. Apesar da situação difícil, há confiança em que Diego Alves supere a situação e dê a volta por cima. Que não seja nesta fim de ano, mas na próxima temporada. Seu vínculo com o Fla é válido até dezembro de 2020.

Além disso, o Flamengo passará por pleito presidencial em dezembro e perder um ativo do valor de Diego Alves pode pesar contra a chapa de situação, que tem Ricardo Lomba como candidato à presidente e apoio de Bandeira de Mello.

A reaproximação entre Diego Alves e Flamengo terá um capítulo importante nesta quarta: o camisa 1 treinará com o elenco.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget