Adeus às ilusões rubro-negras

RENATO MAURÍCIO PRADO: Depois do empate com o Palmeiras, no Maracanã, as chances de o Flamengo conquistar o título brasileiro já tinham se tornado muito pequenas. Com o empate de ontem, no Morumbi, passaram a ser apenas “matemáticas”. A distância para o líder é de seis pontos. E faltam apenas seis rodadas. Em outras palavras, salvo um milagre, já era.

Eduardo Bandeira de Mello terminará assim o seu último ano de mandato sem ganhar bulhufas, apesar de ter gastado mais de R$ 100 milhões em contratações e renovações de contrato somente este ano. Se tivesse demitido o estagiário Maurício Barbieri bem mais cedo, quem sabe? O presidente e os que dirigem o futebol rubro-negro não sabem, porque não são do ramo. E, como diria Muricy Ramalho, a bola pune.

Foto: Divulgação
No empate de ontem, assim como acontecera com Lucas Paquetá, diante do Palmeiras, os rubro-negros desperdiçaram os chamados gols feitos, que poderiam ter garantido a vitória. Uribe, no primeiro tempo, e Vitinho, no segundo, chutaram nas nuvens, com a baliza escancarada e o goleiro do São Paulo batido.

O jogo em si foi franco e divertido. O Flamengo tomou a iniciativa, mas correu sempre atrás no placar. Quando teve as oportunidades para virar, as perdeu. E, tal qual acontecera na eliminação na Copa do Brasil, com Pedrinho, levou um gol de um garoto talentoso, que entrou e, na primeira jogada, estufou as redes. Desta vez, o autor foi Helinho, de apenas 18 anos. Em confronto com a velocidade dos meninos, torna-se evidente a lentidão da zaga rubro-negra. Algo a corrigir com reforços, no ano que vem.

Com 60 pontos, cinco a mais do que o Grêmio, o quinto colocado na tabela, o Flamengo tem uma situação relativamente confortável em termos de garantir uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores do ano que vem. Mas precisa voltar a vencer – já são dois empates consecutivos. O próximo compromisso é o clássico carioca contra o Botafogo, que ainda luta contra o fantasma do rebaixamento.

O Flamengo tomou a iniciativa, mas correu sempre atrás no placar. Quando teve as oportunidades para virar, as perdeu.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget