Flamengo terá cerca de R$ 60 milhões em caixa para iniciar 2019

RODRIGO MATTOS: Longe de título na temporada e em meio a uma eleição, a diretoria do Flamengo terá cofre cheio para contratação para 2019 e prospecta jogadores. Esse valor pode girar em torno de R$ 60 milhões no início do ano, mas depende se tudo será investido no futebol. Enquanto isso a definição de técnico terá de ficar para depois do pleito presidencial que ocorrerá em oito de dezembro – a diretoria atual não contatou treinadores.

Há dois valores a serem a recebidos no início de 2019: a segunda parcela da venda de Paquetá a ser paga pelo Milan e as luvas da televisão (R$ 30 milhões). Juntos, devem somar em torno de R$ 60 milhões. A última fatia a ser recebida pelo meia entrará no meio do próximo ano.

Wallpaper do Flamengo - Arte: @MystiqueVisuals
Não é certo que todo dinheiro poderá ser usado em contratações. A diretoria do Flamengo já tem um número reservado para contratações no orçamento em preparação, mas não revela a quantia precisa. Isso porque os dados, primeiro, precisam ser apresentados ao conselho.

O que há é um discurso da diretoria que garante que o clube estará em situação bastante confortável para investir. Explica-se: além desse dinheiro que entrará extra, o ano de 2018 teve uma redução da dívida privada com bancos. Nas contas da diretoria, o clube fechará o ano com R$ 26 milhões de débitos com o banco, o que representa R$ 21 milhões a menos do que estava previsto no orçamento (R$ 47 milhões). Desta forma, a situação argumenta que esse valor compensa exatamente a parcela de Paquetá que já entrou nos cofres em 2018.

Haverá pagamentos a serem feitos por Vitinho (que no total custou R$ 55 milhões), e valores a receber da Udinese por Felipe Vizeu.  Com dinheiro, diretores executivos do clube estão prospectando jogadores e pode haver contratações. Dentro da atual diretoria, há a opinião de não seria necessária de uma limpeza drástica no elenco, mas quem terá maior peso na montagem do novo time é o futuro presidente eleito.

Isso é especialmente verdadeiro em relação à contratação do técnico. Dorival Jr tem contrato até o final do ano e, caso Eduardo Bandeira de Mello continuasse no clube, teria chances de continuar. Como ele sai, caberá ao novo presidente escolher um técnico.
A relação péssima entre as chapas de Ricardo Lomba (situação) e Rodolfo Landim (oposição) impede que exista um acordo para tentar escolher o treinador antecipadamente. Treinador do Grêmio, Renato Gaúcho, para quem o clube rubro-negro fez proposta no primeiro semestre, pode fechar sua renovação antes da conclusão do pleito rubro-negro. Abel Braga é outro cogitado pelas duas chapas.

A cinco rodadas do final do Brasileiro, em terceiro e a sete pontos do líder do Palmeiras, o Flamengo terá mais um ano de abundância financeira para contratar. Não significa sucesso visto que o clube investiu R$ 100 milhões nesta temporada e só ganhará título em uma reviravolta improvável.

Há dois valores a serem a recebidos no início de 2019: a segunda parcela da venda de Paquetá a ser paga pelo Milan e as luvas da TV (R$ 30 milhões).

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget