Willian Arão ganha sobrevida e deve permanecer no Flamengo

UOL: O cenário mudou para Willian Arão no Flamengo. Antes fora dos planos em inúmeras oportunidades, o volante passou a ser considerado peça importante do elenco para 2019. Ao subir de produção com o técnico Dorival Júnior, mostrou para os dirigentes que pode compor o grupo e ser útil. Esse é o pensamento das chapas de Ricardo Lomba (situação) e Rodolfo Landim (oposição).

Ainda que o Rubro-negro passe por eleição em 8 de dezembro para escolher o presidente dos próximos três anos, a vaga de Arão no elenco aparentemente está garantida. O volante está longe do status de "astro" de quando foi contratado, mas tem predicados para contribuir ao lado de Cuéllar até o 31 de dezembro de 2019, data em que acaba seu contrato. A decisão dos cariocas frustra em cheio os planos do Internacional.

Willian Arão, do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Arão era o primeiro nome na lista de alvos dos gaúchos. Carente em funções centrais, o Colorado via no flamenguista uma reposição para Edenílson e até uma possibilidade de alternativa superior a Patrick no grupo. Com a queda de rendimento do "Pantera Negra" no segundo semestre, Arão poderia ocupar o tripé de meio ao lado de Dourado e Edenílson.

Admirado pelo diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano, ele por pouco não chegou ao time gaúcho junto ao cartola. Mas manteve as portas abertas para uma nova negociação de olho em 2019.

O rendimento nos jogos do Campeonato Brasileiro deixou o Internacional otimista. Arão abria a lista de reforços para o ano que vem, e a direção apostava alto em conseguir a contratação. Sem ele, novamente o clube precisará vasculhar o mercado atrás de um jogador que tenha potencial defensivo e ofensivo na mesma medida.

"Evidente que temos carências e precisamos qualificar a equipe. Sabemos onde elas estão. Já estamos trabalhando nisso junto ao departamento de futebol, o Rodrigo Caetano (diretor executivo), o CAPA (Centro de Análise e Prospecção de Atletas)... Temos o mercado brasileiro, sul-americano, da Europa, todos mapeados. Mas temos uma eleição e precisamos respeitar isso. Não podemos ficar parados esperando as coisas acontecerem, senão perdemos competitividade e tempo. Sabemos que precisamos qualificar o time independentemente deste processo. Estaremos mais fortes no ano que vem, com um grupo equilibrado", disse o vice de futebol do Colorado, Roberto Melo.

A exemplo do Flamengo, o Inter também tem eleição presidencial no dia 8 de dezembro. Porém, já trabalha o ano que vem independentemente do resultado. O técnico Odair Hellmann tem renovação adiantada e permanecerá. Ao menos quatro jogadores serão contratados.

A decisão dos cariocas frustra em cheio os planos do Internacional.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget