Bruno Henrique não se conforma e insiste em liberação para o Fla

GLOBO ESPORTE: Bruno Henrique, do Santos, quer se transferir para o Flamengo. Nos bastidores, o atacante força uma liberação do Peixe, clube que tem contrato até o fim de janeiro de 2021.

A negociação é cercada de reviravoltas, e o GloboEsporte.com explica, em tópicos, tudo o que sabe sobre a situação de Bruno Henrique no Santos. Veja abaixo:

- Após um 2018 marcado por lesões e atuações abaixo do esperado, Bruno Henrique mudou de status no Santos: passou de estrela do time a negociável;

- O Santos via no atacante uma possibilidade de gerar caixa (o presidente José Carlos Peres, inclusive, chegou a falar em "fazer leilão") ou de trocar por um jogador de peso (como falou-se em Thiago Neves, do Cruzeiro, outro clube interessado em Bruno Henrique);

- Disposto a negociá-lo, o Santos liberou Bruno Henrique para conversar com outros clubes;

- O atacante, então, chegou a um acerto verbal com o Flamengo, que fez uma proposta de mais de R$ 20 milhões ao Santos. Tempo de contrato, salários e outras burocracias já estavam definidos. Faltava apenas o aval do Santos. E ele não veio, ao menos por enquanto;

- Após a chegada do técnico Jorge Sampaoli, que disse em sua apresentação que contaria com Bruno Henrique, José Carlos Peres mudou a postura e recusou a investida do Flamengo, dizendo que o camisa 11 permaneceria no Santos;

- Desde então, a negociação não teve avanço algum: Bruno Henrique segue tentando uma liberação do Santos, enquanto o Flamengo espera por uma definição.

Bruno Henrique, jogador do Santos - Foto: Divulgação
O que pensa Bruno Henrique
O atacante está incomodado com a forma que José Carlos Peres conduz as negociações e a mudança de ideia do presidente em negociá-lo.

Recentemente, seu empresário, Dênis Ricardo, confirmou que havia sido liberado pelo Santos para iniciar as tratativas com o Flamengo, detonou a postura de Peres e disse que "se ele mudou de ideia, terá que nos apresentar algo, pois isso está desagradável e expôs o atleta".

Publicamente, Bruno Henrique prefere não comentar uma possível saída do Santos, mas também reclamou das declarações do presidente do Peixe. Além de ter falado que sete clubes estariam interessados no atacante e em "fazer leilão", mais uma fala do presidente desagradou ao atleta: na última quinta-feira, Peres disse que o jogador poderia deixar o clube por conta de "salário maior".

– Quem falou que queria fazer leilão e que havia sete clubes interessados em mim não fui eu. Então, não quero falar sobre isso (saída ou permanência no Santos). Sabendo da importância que os jogadores têm para o time, ele (José Carlos Peres) não podia falar isso. Ninguém gosta de saber que pode ser leiloado pelo clube em que joga – disse Bruno Henrique, em entrevista ao jornal "A Tribuna".

Bruno Henrique gostou do projeto apresentado pelo Flamengo. A disputa da Libertadores também seduz o atacante – o Santos não se classificou para o torneio e jogará a Sul-Americana.

O que pensa o Santos
Pessoas do clube ouvidas pela reportagem dizem que José Carlos Peres tem a vontade de negociar Bruno Henrique. A contratação de Sampaoli, porém, "atrapalhou" os planos do presidente, que não quer "se queimar" com o técnico ao vender um jogador considerado fundamental para o argentino.

No momento, a diretoria santista mantém a negociação estacionada até uma análise do atleta feita por Sampaoli. O elenco santista se reapresenta no dia 2 de janeiro, no CT Rei Pelé.

Em entrevista à Rádio Transamérica na última quinta-feira, Peres reforçou a vontade de Sampaoli em manter Bruno Henrique.

– O Sampaoli chegou e disse que conta com estes jogadores (Bruno Henrique e Victor Ferraz, que está na mira do São Paulo). Mas os atletas têm o desejo de ganhar um salário maior. Vamos resolver nos próximos dias – disse o presidente.

Bruno Henrique no Santos
Bruno Henrique foi a contratação mais cara do Santos em 2017 (R$ 13,5 milhões). E fez valer o investimento em campo, com atuações acima da média e protagonismo. O atacante foi a estrela do elenco santista na última temporada. Prova disso é que ele foi o artilheiro do time no ano, com 18 gols marcados, e líder de assistências do Campeonato Brasileiro, com 11, mesmo número de Gustavo Scarpa, que à época defendia o Fluminense.

No primeiro jogo de 2018, um baque. Bruno Henrique sofreu grave lesão no olho direito após levar uma bolada e desfalcou o Santos por quatro meses. Quando voltou, uma nova lesão, dessa vez muscular na coxa esquerda, e ficou fora por mais um mês. Depois, contundiu o quadril e perdeu mais partidas. Resultado: no primeiro semestre inteiro, o atacante participou apenas de sete partidas.

Após a Copa do Mundo, Bruno Henrique, já recuperado, participou de mais 27 partidas, mas não conseguiu retomar o bom futebol e o protagonismo mostrado em 2017. O próprio jogador admitiu a queda de rendimento.

Nesta temporada, Bruno Henrique atuou em 34 jogos, marcou dois gols e deu duas assistências.

O atacante, então, chegou a um acerto verbal com o Flamengo, que fez uma proposta de mais de R$ 20 milhões ao Santos.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget