Comentaristas dizem que Flamengo não precisa de um Fleipe Melo

COLUNA DO FLAMENGO: O Flamengo planeja a temporada de 2019 após a eleição do último dia 08, que foi vencida por Rodolfo Landim, que representava a Chapa Roxa. Uma das promessas de campanha do novo presidente, era a modificação de postura para o seu antecessor Eduardo Bandeira de Mello. Para isso, veiculou-se na imprensa de que o Rubro-Negro desejaria contar com Felipe Melo, para comandar a mudança do perfil do atual elenco. O assunto foi debatido no programa Linha de Passe, da ESPN.

O atual plantel do Flamengo é bastante criticado por parte da torcida e também da imprensa, por, na visão deles, aceitar a derrota com passividade. Mauro Cezar Pereira e Paulo Calçade criticaram o fato do interesse rubro-negro em Felipe Melo, que é mais enérgico, ser por este motivo. Para eles, os dirigentes do clube, que são formados por um Conselho Gestor, além do presidente, que têm que liderar tal mudança. Caso contrário, ambos enxergam isso como uma espécie de “terceirização de responsabilidade“.

Foto: Reprodução
— Já começou errado. Isso é uma terceirização de uma responsabilidade que não é do Felipe Melo e não seria nem do Zico, se o Zico ficasse 30 anos mais jovem e entrasse em campo. Isso é responsabilidade do presidente do clube, do seu vice de futebol (Marcos Braz) e dos demais que vão atuar junto ao futebol do Flamengo. Se o Flamengo tem que mudar sua postura, e tem que mudar, isso cabe a quem comanda. Chegar no primeiro dia de trabalho, ter uma conversa profissional com os atletas e deixar bem claro: ‘Mudou aqui. Mudou isso, mudou aquilo…’. Não é nenhum absurdo você exigir que os profissionais do futebol de um clube grande tenham uma postura mais competitiva. Não acho que seja questão de jogador, acho que é questão de cima pra baixo —, disse Mauro Cezar, seguido por Paulo Calçade:

— Só buscar exemplos de grandes equipes aí pelo mundo… Quais equipes tem essa figura como  símbolo de que isso vai dar certo? Manchester City do Guardiola, quem é o cara que vai lá e grita, dá tapa na cara? Barcelona? Real Madrid, que ganhou a Liga dos Campeões… Você tem jogadores com fibra, caráter, aqueles caras que, nos momentos difíceis, você pode se apoiar. Se apoiar no jogo dele, não é que ele vá socar o resto. Jogadas mais duras e ríspidas acontecer o tempo todo, mas eleger uma figura como pilar, a sustentação, de um projeto porque vai ser duro e vai berrar, estou com o Mauro, é terceirizar algo que é de dentro. O que muda é o ambiente —, finalizou.

Apesar de muito rumor, o Flamengo não oficializou proposta por Felipe Melo, embora tenha demonstrado interesse no volante. Além disso, Marcos Braz, atual vice-presidente de futebol e integrante do “Conselho Gestor” do clube, afirmou que o Rubro-Negro desistiu da contratação do volante, pelo valor que o atleta custaria ao clube, tendo em vista que o Palmeiras não facilitaria a negociação.

Além de Felipe Melo, o Flamengo desistiu também da contratação de Pablo, do Athletico. Isso porque, a equipe paranaense exigia o pagamento de 10 milhões de euros (R$ 44,40 milhões na cotação atual) à vista. Enquanto isso, o Rubro-Negro negocia com o meio-campista Gérson, da Roma, e com o atacante Gabigol, da Internazionali de Milão, ambas equipes da Itália, além do lateral-direito Mariano, do Galatasaray, da Turquia.

Ambos enxergam isso como uma espécie de “terceirização de responsabilidade“.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/SiteFlaResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget