Fla poderá ser primeiro clube brasileiro a ser auditado pela Big Four

SITE OFICIAL DO FLAMENGO: Após seis anos de transformação de processos, gestão e governança, o Flamengo chegou a um novo patamar: recente processo de “Due Dilligence" que vem sendo realizado por uma empresa independente indicou que o clube estaria apto a ser auditado por uma Big Four. Este termo se refere às quatro maiores empresas contábeis de auditoria e consultoria no mundo – EY, PwC, Deloitte e KPMG. O avanço é fruto das ações implementadas desde 2013, com a melhoria dos processos, sistemas e transparência colocando o Rubro-Negro no caminho para obter este respaldo. Em 2018, a implantação do sistema SAP foi a “cereja do bolo” para atingir tal condição.

Ser auditado por uma Big Four atesta que o clube é transparente, criterioso e consistente na gestão dos recursos que dispõe e administra, já que há a garantia de que existem processos definidos que podem ser testados e comprovados e que protegem o Flamengo de possíveis desvios. Este “selo de garantia” reflete na credibilidade junto aos patrocinadores, que confiam na destinação e retorno dos investimentos realizados no clube; confiança junto aos bancos, para a obtenção de crédito; e junto aos próprios colaboradores do clube, que sabem que trabalham em um ambiente organizado, ético e profissional.


As Big Four têm critérios bastante rígidos para aceitar empresas que passarão por sua auditoria. O Flamengo hoje é apto devido aos seguintes fatores, aliados à competência dos profissionais rubro-negros:

- Processo de identificação dos passivos e ativos do Clube, que começou em 2013, com um levantamento sobre o que o Flamengo devia e o que tinha de direito;

- Plano claro de passos a serem traçados: criação de um orçamento, criação de políticas e processos seguidos à risca;

- Controles que diminuem o espaço para fraudes, ou seja, ter consistência em processos e transparência nas informações. Hoje o clube publica seu orçamento, tem suas Demonstrações Financeiras auditadas e publicadas e todos podem ter acesso através dos jornais de grande circulação e do próprio site do Clube;

- GRC - Governança, Riscos e Compliance: grupo de regulamentos e normas em que se estabelecem os procedimentos de uma empresa, desenvolvido pelo Flamengo em 2017 e implantado ao longo de 2018;

- Implantação do ERP da SAP, S/4HANA.

Em 2018, o Flamengo ainda não será auditado por uma das Big Four, já que o processo de auditoria de 2018 já estava em curso e vem sendo construído periodicamente desde o início do ano pela Mazars, uma das empresas de grande destaque no segmento de auditoria, com profundo conhecimento no setor, contribuindo de forma significativa para a melhoria dos processos do clube desde 2013.

O relatório resultante da “Due Diligence”, que está em fase de conclusão e será de propriedade do Flamengo, servirá não apenas como uma credencial a ser apresentada a empresas e instituições parceiras, mas também para habilitar o Flamengo a fazer um convite à cotação para a contratação de uma Big Four já em 2019, se assim desejar.

Ser auditado por uma Big Four atesta que o Flamengo é transparente, criterioso e consistente na gestão dos recursos que dispõe e administra.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget