Flamengo revê algoz, carrasco do Fluminense e provável altitude

LANCE: O Flamengo conheceu os adversários da fase de grupo da Copa Libertadores na noite da última segunda-feira, em sorteio realizada no Paraguai. A equipe rubro-negra vai encarar o Peñarol, do Uruguai, que é o cabeça de chave, LDU, do Equador, e um clube boliviano ainda desconhecido, que será o campeão do torneio nacional do país - San Jose de Oruro e Royal Piri estão na briga.

Sendo assim, o time rubro-negro pode ter a altitude como adversária em duas oportunidades: contra a LDU e diante da equipe boliviana. Isso porque, caso o San Jose de Oruro fique com a vaga, o jogo poderá ser no Estádio Jesús Bermudez, que fica a cerca de 3.731 metros. Se for o Royal Piri, a partida deve ser em Santa Cruz de La Sierra, que não tem altitude.

Foto: Divulgação
Contra o Peñarol, time que promete ser o mais difícil do grupo, as estatísticas do duelo apontam para um número maior de vitórias do Flamengo. Em 13 confrontos, foram seis triunfos, cinco derrotas e dois empates.

Por outro lado, o time uruguaio é responsável por um dos traumas do Flamengo na Libertadores. Na edição de 1982, o time da Gávea, então atual campeão da Libertadores e do Mundial, entrou diretamente na semifinal - que contava com dois grupos de três times e encarou ainda o River Plate, da Argentine. A equipe brasileira perdeu os dois confrontos com o Peñarol por 1 a 0, sendo eliminado no Maracanã, com gol de Jair.

Apesar da história gloriosa na Libertadores, sendo o terceiro time com mais títulos, o Peñarol não vendo tendo boas atuações na competição continental. Foram seis eliminações em fase de grupos nos últimos sete anos.

O último confronto entre Flamengo e Peñarol aconteceu em fevereiro de 2006, no amistoso pela Taça Cidade de Montevidéu, no Uruguai, e terminou com triunfo do time da casa por 2 a 1. À época, Fellype Gabriel marcou o gol do Rubro-Negro.

O Flamengo nunca encarou a LDU, mas o time equatoriano tem sido uma pedra no sapato das equipes brasileiras nos últimos anos, principalmente por conta das dificuldades encontradas na altitude. Entre 2008 e 2009, foram quatro títulos internacionais, sendo três em cima de brasileiros: Libertadores de 2008 e Sul-Americana de 2009, ambos sobre o Fluminense, rival do clube da Gávea, e Recopa Sul-Americana de 2009, diante do Internacional.

O Peñarol é o atual campeão uruguaio e da Supercopa do Uruguai, liderando ainda o "Clausura" do campeonato 2017/2018. Na tabela acumulada, a LDU ocupa a liderança do Campeonato Equatoriano.

Em 13 confrontos, foram seis triunfos, cinco derrotas e dois empates.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/SiteFlaResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget