Lançamento do novo CT do Flamengo não escapa do clima eleitoral

LANCE: A inauguração do novo módulo foi o último ato de Eduardo Bandeira de Mello como presidente do Flamengo, que define o mandatário do próximo triênio em eleição no dia 8 de dezembro. A promessa era de não transformar o evento em um ato político, os protagonistas tentaram, mas não foi possível. O cenário já estava desenhado, ainda mais com a presença dos candidatos mais cotados para vencer o pleito: Ricardo Lomba, da Chapa Rosa, e Rodolfo Landim, da Chapa Roxa.

As manifestações dos convidados, no entanto, foram tímidas. Apenas quando Lomba foi chamado ao palco por Alexandre Wrobel é que o tom subiu: "Ole, ole, ole, ole, ola... Lomba! Lomba!", gritou boa parte dos torcedores no evento.

Presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello - Foto: Gilvan de Souza
Wrobel, que comandou a cerimônia, lembrou que a inauguração do CT deve ser encarada com uma vitória de todos rubro-negros.

- Essa não é uma conquista minha ou de uma gestão, é uma conquista de todo o Flamengo - afirmou Wrobel.

Ao ser chamado ao palco, Eduardo Bandeira de Mello falou por cerca de 10 minutos. O mandatário, em despedida do cargo, relembrou todas as conquistas do clube fora de campo, desde a parte jurídica - quando assumiu, em 2010, afirmou ter mais de 600 ações trabalhistas contra o Flamengo -, passando pela reestruturação financeira e administrativa. Por fim, se disse orgulhoso do trabalho feito por todos nos últimos seis anos.

Wrobel, que comandou a cerimônia, lembrou que a inauguração do CT deve ser encarada com uma vitória de todos rubro-negros.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget