Renato Gaúcho mantém sonho de treinar Fla: "Quase foi dessa vez"

EXTRA GLOBO: Renato Gaúcho foi a ausência mais sentida nos dois primeiros dias de curso da CBF para licença PRO de técnico. Mas nesta quinta-feira, o técnico do Grêmio compareceu na Granja Comary, em Teresópolis, na Região Serrana do Rio, para dar início ao processo, que tem carga horária de 370 horas e custou R$ 19.130 mil.

Ele esteve na terça e quarta-feira nas areias da Praia de Ipanema, no Posto 9, com os amigos e com a filha, Carol Portaluppi, aproveitando o sol para jogar futevôlei.

No entanto, ninguém pode esperar que o comandante gremista vá todos os dias, como ele mesmo já avisou em entrevista ao canal “ESPN Brasil”. Afinal, as suas férias são a maior prioridade no momento.

Foto: Divulgação
– Aula é boa. Amanhã (sexta-feira), vocês vão me ver na praia de novo. Não tenho nada contra o curso, pelo contrário. Foi esse tipo de ideia que dei aqui, que as as minhas férias são minhas férias. Trabalho o ano todo, viajo e vivo dentro de aviões e fico em hoteis para chegar nas minhas férias curtir minha família, meu futevôlei, meu chope, meus amigos e ficar dez dias dentro de uma sala de aula, não vai dar certo. Hoje eu vim, foi o trato que fiz com as pessoas da CBF, de ficar só duas horas hoje, e volto na próxima quinta-feira para mais duas horas. Talvez eu volte algum outro dia, talvez, só para não falarem que estou faltando de novo. Ninguém sabia o trato que fiz – disse ao canal de TV.

– O meu jeito é esse, minhas férias eu não abro mão, para não ter problemas e trabalhar no ano que vem. Vou estar todo o dia na praia.

O curso da CBF tem um total de 370 horas no total, sendo 60h de Ensino à Distância (EAD), 180h de Atividades Presenciais, 60h de Acompanhamento e Observação de Treinamento, e 50h de Estudos Especiais e Trabalhos.

Sobre a recusa no convite do Flamengo, Renato Gaúcho disse que “quase foi dessa vez”, que ainda mantém o sonho de comandar a equipe, mas que preferiu renovar com o Grêmio.

- De minha parte sim (sonho adiado). É o sonho de treinar o Flamengo, nunca escondi nada de ninguém. Quase que foi dessa vez, mas não foi ainda. Mas não acaba da noite para o dia. Vou permanecer mais um ano no Grêmio, depende do clube também, que futuramente pensa em me ter, mas no momento eu preferi ficar no Grêmio por alguns motivos que eu prefiro não falar - disse o treinador, durante curso da CBF, nesta quinta, em Teresópolis – disse.

O treinador negou que o vazamento das conversas com as duas chapas que disputam a eleição do Flamengo o motivou a dispensar a oferta do clube.

- Não tem nada a ver. Tive um contato muito bom com as pessoas do Flamengo, tanto de um lado quanto de outro. As pessoas foram muito educadas, uma coisa ou outra sempre vaza, mas não foi esse motivo.

De minha parte sim (sonho adiado). É o sonho de treinar o Flamengo, nunca escondi nada de ninguém.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget