Técnico do Flamengo projeta Copinha e relembra título em 2018

SITE OFICIAL DO FLAMENGO: A Copa São Paulo de Futebol Júnior está se aproximando. Em reta final de preparação antes da viagem para Jaguariúna, o Flamengo treina firme no campo da Gávea e faz os últimos ajustes no Rio de Janeiro. Indo para mais uma edição do torneio à frente do Mais Querido, o técnico Maurício Souza foi campeão em 2018 e sonha com o bicampeonato. Em entrevista exclusiva ao site oficial, ele falou sobre experiência e relembrou a conquista no Pacaembu.

“Estar no Flamengo é uma responsabilidade de título constante. Entramos na Copa São Paulo para buscar o bicampeonato, que seria o penta do clube. É um grupo mais experiente, já que boa parte deles esteve na competição em 2018. É claro que estamos mudando um pouco a equipe, já que os jogadores do Sub-17 estão agregando ao elenco neste final de ano, mas é um time muito qualificado, trabalhador e não tenho dúvidas que vamos muito fortes para o torneio. Tivemos um ano com vários títulos e isso nos capacita a buscar a taça da Copinha”, afirmou Maurício.

Maurício Souza, treinador do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Durante a temporada, o técnico do Sub-20 esteve diretamente ligado ao elenco profissional do Mais Querido, participando de diversas competições importantes e ficando ao lado de Maurício Barbieri e Dorival Júnior como auxiliar. Com essa experiência, Maurício Souza espera poder passar mais aprendizados aos garotos.

“A vida do treinador é buscar evoluir o tempo todo. Ter passado esse tempo com o time principal me trouxe uma evolução, pois trabalhei com profissionais extremamente capacitados e a troca era constante. Isso nos enche de informações, que posso filtrar e passar para o grupo. Eles têm recebido isso muito bem. Temos que crescer o tempo todo na profissão. Percebo esse elenco querendo trabalhar e evoluir, não tenho dúvidas que podemos ter uma grande atuação na Copinha”, analisou o técnico.

A Copa São Paulo de 2018 poderia ser resumida em uma palavra: superação. Cedendo jogadores para o elenco profissional e precisando se reinventar a cada partida, os Garotos do Ninho passaram pelas adversidades e conseguiram chegar na decisão, batendo o São Paulo por 1 a 0 em um Pacaembu lotado.

“Foi uma competição atípica, pois cedemos ao profissional diversos atletas. Isso trouxe algum transtorno para nós, mas é o que eu sempre falo: não trabalhamos jogadores, trabalhamos um grupo inteiro. Então os que ficaram estavam bem informados, sabiam o que precisavam fazer em campo. Perder sete pessoas pode te trazer problemas, mas foi uma campanha de superação, com a cara do Flamengo, de muita raça. Nossa torcida encheu o setor na final, nos apoiou o tempo todo em uma partida que precisamos nos defender muito pelo gol cedo. Mas somos muito focados, concentrados e conseguimos sair de lá campeões. Foi um título inesquecível para toda garotada que participou e para mim”, completou Maurício Souza.

O Flamengo tem estreia marcada para o dia 3 de janeiro, quinta-feira, às 16h, quando enfrenta o River-PI em Jaguariúna (SP).

Indo para mais uma edição do torneio à frente do Mais Querido, o técnico Maurício Souza foi campeão em 2018 e sonha com o bicampeonato.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/SiteFlaResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget