Willian Arão é eleito o pior de Flamengo x Atlético-PR

LANCE: Era uma noite que prometia festa. Recorde de público na temporada, despedida de Paquetá e um adversário que está com a cabeça em outra competição. No entanto, mais uma vez o Flamengo decepcionou o torcedor. Apesar de ter saído na frente do placar, levou a virada no segundo tempo. Na atuação da equipe, Diego e Rhodolfo se salvaram.

Confira a análise do LANCE!
Por Barbara Mendonça

5,0 - César - Fez uma grande defesa logo nos minutos iniciais. Se deu bem com a bola nos pés na maioria dos lances. Sofreu dois gols em curto intervalo de tempo.

5,0 - Pará - Perdeu algumas divididas pela direita. Falhou no segundo gol paranaense e deixou o campo, substituído por Rodinei.

Willian Arão, jogador do Flamengo - Foto: Divulgação
6,5 - Rhodolfo - De volta ao time titular, se posicionou muito bem no lance do gol carioca, em que deu linda cabeçada para o fundo das redes de Felipe Alves.

5,5 - Léo Duarte - Destaque em jogadas do Flamengo pelo alto. Pouco cobrado no primeiro tempo, mas bobeou feio na virada paranaense.

6,0 - Renê - Mostrou mais uma vez que se coloca bem no ataque, atuando quase como um ponta. Não comprometeu.

5,5 - Piris da Motta - Muito bem nos rebotes na etapa inicial. Com a entrada de Lucho Gonzalez no Atlético, falhou e deixou a vaga desprotegida.

3,5 - Willian Arão - Perdido em campo. Não decidiu se auxiliaria Piris na marcação ou Diego na criação de jogadas. Errou passes bobos e ainda foi expulso no fim.

6,5 - Diego - O melhor do Flamengo em campo. Cobrou escanteio certeiro para Rhodolfo abrir o placar. Boa visão de jogo e raciocínio rápido.

6,5 - Everton Ribeiro - Não teve tanto sucesso quanto de costume. Quase marcou um golaço, mas goleiro defendeu. Saiu merecidamente ovacionado pelo ano que fez.

6,5 - Lucas Paquetá - No jogo da despedida, não brilhou tanto. Parece ter deixado as emoções
subirem à cabeça. Apareceu mais quando trocou posições com Diego.

4,0 - Uribe - Perdeu muitas chances clássicas de gol que poderiam ter matado o jogo. Erro praticamente deu gol para o Atlético-PR.

6,0 - Berrío - Entrou na vaga de E. Ribeiro e, conseguiu infiltrar melhor no ataque. Levou caneta de Marcio que gerou o gol da virada paranaense.

5,0 - Rodinei - Atuação discreta: não brilhou e nem comprometeu. Entrou na vaga de Pará já próximo do fim.

6,0 - Vitinho - Substituiu Piris e participu da criação de algumas chances nos minutos finais. Possibilitou que Paquetá aparecesse com maior destaque.

4,5 - Dorival Júnior - Adiantou a marcação e viu o Flamengo chamar o controle do jogo, mas levou um baile das mudanças de Tiago Nunes.

Apesar de ter saído na frente do placar, levou a virada no segundo tempo. Na atuação da equipe, Diego e Rhodolfo se salvaram.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget