Cruzeiro diz que "só" não pagou o Flamengo devido ao juros

GLOBO ESPORTE: Contas e mais contas. O Cruzeiro, como boa parte dos clubes brasileiros, inicia 2019 com pendências financeiras para acertar. Dois casos, em especial, estão em destaque por já se arrastar há algum tempo. A compra do meia argentino Mancuello, junto ao Flamengo, e do atacante uruguaio Gonzalo Latorre

O Cruzeiro ainda deve algumas parcelas da compra de Mancuello, que somam aproximadamente R$ 6 milhões. Entretanto, o jogador não se firmou na Raposa e planeja voltar ao futebol argentino. O San Lorenzo busca empréstimo de uma temporada com o Cruzeiro, sem dar nenhuma compensação à Raposa. Por enquanto, a situação não está feita. O atleta tem mais dois anos de contrato e treina normalmente na Toca da Raposa.

Foto: Vinnícius Silva
A contratação de Latorre ainda rende processo contra o Cruzeiro na Fifa, por causa da dívida do time mineiro junto ao Atenas, clube que negociou os direitos econômicos do atleta, e juros pelo atraso no pagamento. A transferência dele foi fechada em 2015 por cerca de 3,7 milhões de dólares.

Latorre ainda tem vínculo com o Cruzeiro até o fim de 2019. Revelado nas categorias de base do Peñarol, o jovem uruguaio chegou à Toca da Raposa em 2015, por cerca de R$ 12 milhões, como exigência para a transferência do meia Arrascaeta ao time mineiro.

Na chegada a Belo Horizonte, o atacante passou a treinar com a equipe sub-20 da Raposa, sem nunca ter sido aproveitado no elenco profissional. O uruguaio também foi emprestado ao Sambenedettese, clube italiano, onde também teve passagem apagada e foi devolvido ao Cruzeiro, em 2017.

No começo de 2018, o Remo chegou a encaminhar a contratação do atacante, mas o jogador resolveu não aceitar a proposta. O Fortaleza também tentou Latorre, mas não houve acerto. O atacante passou a temporada treinando na Toca da Raposa, em horário diferente do time profissional, sendo acompanhado por membros da comissão técnica.

- O presidente já entrou em contato com um dos clubes (Atenas, Uruguai). Março é o prazo final para o Cruzeiro pagar. O valor não é alto, se não me engano 3 milhões de dólares (Latorre). Isso o Cruzeiro tem condições de pagar. O que o Cruzeiro está discutindo é a questão de juros, estamos tentando diminuir os juros. É igual o caso do Cruzeiro com o Flamengo (pelo Mancuello). O Cruzeiro não pagou o Flamengo não é porque não tem condições, é por causa dos juros que estão sendo cobrados. Os juros são piores do que de agiotas. O que nosso jurídico está discutindo é a questão dos juros - disse Itair Machado, vice-presidente de futebol da Raposa.

O dirigente também falou sobre a atual situação econômica do Cruzeiro, sobre as dívidas que já foram pagas, e destacou que, mesmo com os problemas que todos os clubes atravessam, o time cruzeirense entra forte nas competições que disputa.

- Nós pagamos cerca de R$ 70 milhões a R$ 90 milhões. O Cruzeiro, hoje, está viável financeiramente, mas passa dificuldade como qualquer clube, mas estamos honrando todos os compromissos. Algumas pendências estão sendo readequadas e serão pagas. O importante é que hoje o Cruzeiro tem um dos principais plantéis do Brasil para brigar pelos títulos que a torcida quer.

Não é porque não tem condições, é por causa dos juros que estão sendo cobrados. Os juros são piores do que de agiotas.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/SiteFlaResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget