Fla seduz atletas com altos salários, mas se complica para renovar

EXTRA GLOBO: A nova diretoria do Flamengo assumiu o clube em janeiro e vai abrir o cofre para contratar os reforços para a temporada 2019. Além de propostas milionárias aos clubes rivais para ter nomes como Rodrigo Caio, ex-São Paulo, já anunciado, Dedé, do Cruzeiro, e Bruno Henrique, do Santos, o rubro-negro seduz os atletas com salários elevados.

Os dirigentes contam com a brecha deixada pela saída de alguns jogadores que tinham vencimentos consideráveis, como Rômulo, Geuvânio e Réver. Até agora. No caso de Rodrigo Caio, receberá salário semelhante ao do volante que foi para o Grêmio por empréstimo. Maior que o de Réver, que era da posição.

Foto: Divulgação
Para atrair Bruno Henrique, o Flamengo também fez oferta salarial que supera bastante os vencimentos do jogador no Santos. Não chega ao que recebia Geuvânio, mas se aproxima do mesmo patamar. O jogador, naturalmente, está atraído pelos valores e quer trocar de clube.

Dedé também viria para o Flamengo com status de medalhão. Embora não tenha negociado diretamente com o jogador do Cruzeiro, a diretoria carioca criou espaço na folha salarial para colocar o zagueiro no patamar de Diego e Everton Ribeiro, alguns dos salários mais altos do elenco.

O mesmo vale para Gabigol, que não joga em clube do Brasil, mas para deixar a Inter de Milão tem oferta financeira para um empréstimo de 12 meses com ganhos mensais que, por exemplo, Guerrero recebia no Flamengo.

No atual cenário, a renovação dos jogadores rubro-negros em pauta acaba sendo influenciadas por este momento do clube no mercado. O caso de Diego Ribas é emblemático. O Flamengo fez uma oferta, mas recebeu uma contraproposta com pedido de aumento. Como não teria custo na renovação, apenas eventuais luvas e bonificações programadas, o clube pode chegar a um acordo e aceitar a pedida do meia. Precisará esticar a corda, como tem feito com os reforços, uma vez que Diego tem proposta do Orlando City dos Estados Unidos.

Ainda está em pauta a renovação de Willan Arão, que foi sondado por outros clubes brasileiros e receberá uma valorização para permanecer. O próximo da fila é o volante Cuéllar. O jogador tem um dos menores salários dentre os onze titulares que terminaram a temporada 2018. Com a possibilidade de receber ofertas de fora do Brasil, o Flamengo está atendo para melhorar os ganhos do jogador, cujo contrato foi renovado este ano.

No atual cenário, a renovação dos jogadores rubro-negros em pauta acaba sendo influenciadas por este momento do clube no mercado.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/SiteFlaResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget