O melhor do Flamengo é a sua torcida

RENATO MAURÍCIO PRADO: O melhor da primeira rodada do nosso combalido carioquinha foi o público de Flamengo e Bangu, no Maracanã: 46 mil torcedores presentes (43 mil pagantes), para assistir a um jogo que não valia rigorosamente nada e nem teve em campo suas contratações mais badaladas: Arrascaeta e Gabigol.

Lamentavelmente, a presença da torcida rubro-negra é a exceção que confirma a regra da conhecida falência do estadual do Rio. Todas as outras partidas, inclusive as de Vasco, Fluminense e Botafogo tiveram públicos ridículos e foram deficitárias. Somados, não alcançam metade do que o Fla levou na estreia. Qual o sentido desta competição a cada ano mais ridícula?

Torcida do Flamengo com bandeiras - Foto: Alexandre Vidal
Impressões iniciais

1: Para um técnico que propõe um futebol moderno, ousado e ofensivo, como é o caso de Fernando Diniz, como um brucutu velho, como o volante Aírton pode ser titular e ainda carregar a braçadeira de capitão?

2: Tudo bem que o argentino Máxi Lopez, mesmo acima do peso, foi o melhor jogador do Vasco, em 2018. Mas começar a temporada com pelo menos três atletas nitidamente acima do peso, como Danilo, Yan Sasse e Ribamar não é admissível num clube profissional. Ou será que na Colina há agora a crença (ou a superstição) de que “gordo é que resolve”?

3: Coincidência preocupante: Vasco, Flu e Fla precisaram que seus fraquíssimos adversários estivessem com um a menos para marcar. O Botafogo jogou o tempo todo contra 11 e perdeu.

4: Não é possível que não haja no elenco do Fla um cobrador de pênaltis melhor que Diego. Já não bastou aquele que foi desperdiçado na final da Copa do Brasil? Em tempo: Henrique Dourado não vale! Em tempo 2: fora o pênalti perdido, Diego jogou bem. Merece ter o contrato renovado.

5: É incompreensível a má vontade de parte da torcida rubro-negra com Vitinho! É verdade que ele ainda não jogou nem metade do futebol que dele se esperava. Mas se não tiver tranquilidade para jogar, ficará cada vez mais difícil. Deixem o Abel trabalhar!

6: É fato que a bola saiu, no lance que originou o primeiro gol do Flamengo. Se houvesse o VAR (e deveria haver!), teria sido anulado. Não há, vão chorar na cama que é lugar quente.

7: Não sei se tenho mais pena do Gatito Fernandez, do Zé Ricardo ou da torcida do Glorioso…

8: Por que Rodrigo Caio cabeceia tão bem no ataque e tão mal na defesa? Sua falha no gol do Bangu (assim como no lance anterior) foi clamorosa.

9: O jovem tricolor João Pedro (já vendido para o Watford) é talentoso, mas tem problemas de comportamento. Num recente Fla-Flu sub-17 foi expulso após agressão covarde, no final da partida. Contra o Volta Redonda, fez a jogada do gol, mas em outros lances simulou faltas no pior estilo (antigo) de Neymar. Se fizer isso na Inglaterra, será crucificado.

Somados, os rivais não alcançam metade do que o Fla levou na estreia. Qual o sentido desta competição a cada ano mais ridícula?

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/SiteFlaResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget