Pequenos do Rio recebem mais da TV que alguns times da Série A

TERRA: Há uma desproporção na distribuição do dinheiro que vem da TV, comparando-se vários Estaduais. Isso fica nítido quando se confrontam as cotas de pequenos do Rio com clubes que integram a elite do futebol nacional. Por causa disso, o Atlético-PR tem levantado, já faz alguns anos, uma revisão profunda desses valores.

No Rio, Bangu, Boavista, Cabofriense e Portuguesa estão sendo beneficiados com cotas fixas de R$ 4 milhões pela disputa do Estadual e ainda podem abocanhar uma fatia extra do bolo de R$ 7,9 milhões destinados à premiação dos melhores no Carioca.

Bangu e Cabofriense não integram nem a quarta divisão nacional, competição que terá neste ano 68 clubes e contará com Portuguesa e Boavista.

Arrascaeta em Flamengo x Boavista - Foto: Alexandre Vidal
Atual campeão da Copa Sul-Americana e 7º colocado da Série A do Brasileiro do ano passado, o Atlético-PR recebe R$ 450 mil da TV para jogar o Estadual, mesma quantia entregue ao Coritiba, hoje na Série B do principal campeonato do País.

Outros dois clubes na elite do futebol do Brasil em 2019, Ceará e Fortaleza também ficam distantes dos pequenos do Rio quando o assunto é cota de TV no Estadual – cada um tem direito a apenas R$ 650 mil no Cearense.

No Campeonato Baiano, a cota para Bahia e Vitória é igual – R$ 974 mil. O time tricolor se manteve na Série A do Brasileiro, já o seu rival caiu para a Série B.

Outro centro importante do futebol nacional, Santa Catarina dá à Chapecoense apenas R$ 650 mil pelos direitos de transmissão de seus jogos pela TV no Estadual. O valor é o mesmo para o Avaí, que subiu e vai disputar a Série A do Brasileiro deste ano.

Em Pernambuco, os tradicionais Santa Cruz, Sport e Náutico, três potências do Nordeste, conseguem um pouco mais pelo Estadual – cerca de R$ 1, 65 milhão cada. Mas ainda estão longe dos clubes de menor expressão do Rio.

No lado avesso disso tudo estão os 12 clubes mais populares do Brasil. As cotas pelo Estadual de Atlético-MG, Cruzeiro, Grêmio e Internacional são praticamente idênticas – R$ 12,5 milhões para cada um, com uma pequena variação possível no Gaúcho, em razão de R$ 1 milhão que vai ser convertido em premiação.

No Rio, Flamengo, Fluminense, Botafogo e Vasco dispõem de R$ 15 milhões individualmente e mais um tanto do bolo de R$ 7,9 milhões, de acordo com a classificação final deles.

Já em São Paulo, os quatro grandes, Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos, são os mais bem contemplados – R$ 17 milhões para cada um e ainda uma parte do valor que vai ser distribuído ao final, considerando-se a posição deles no Paulista – R$ 11,79 milhões.

lamengo, Fluminense, Botafogo e Vasco dispõem de R$ 15 milhões individualmente e mais um tanto do bolo de R$ 7,9 milhões.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/SiteFlaResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget