Temporada do Flamengo começa com promessa por 'briga' no meio

LANCE: O Flamengo começa a temporada com uma promessa por briga no meio de campo. O técnico Abel Braga, que, ano passado, utilizou o esquema com três zagueiros no Fluminense, chegou ao Rubro-Negro prometendo adotar o 4-3-3, ou nas palavras dele, "na linguagem moderna, o 4-1-4-1". A intenção, inicialmente, é aproveitar a base do time deixada por Mauricio Barbieri e Dorival Júnior, mas com algumas mudanças.

O treinador afirmou que pretende estudar e tentar colocar em prática a ideia de alguns jogadores atuarem de uma maneira diferente. Um deles seria Everton Ribeiro, que vinha sendo usado de ponta direita e pode passar a atuar mais centralizado, na vaga de Diego, que pode passar a ocupar a vaga de Paquetá. Até por isso, Abel entende que o Flamengo deve ir ao mercado atrás de atacantes que joguem pelas pontas, após as perdas de Geuvânio e Marlos Moreno - Bruno Henrique, do Santos, tem conversas avançadas.

Diego em treino no Flamengo - Foto: Alexandre Vidal
Além disso, houve um pedido de Abel e um esforço da diretoria para a manutenção do volante William Arão, que terminou o ano em alta e esteve na mira do São Paulo. Porém, com Arão em campo, Diego vinha sendo opção.

Há ainda a busca pelo meia uruguaio Arrascaeta e, caso o negócio de concretize, acirraria ainda mais a disputa no setor.

Abel indicou que, neste início de ano, poderá usar um time alternativo e avaliou que foi um erro o Flamengo não ter poupado jogadores na última temporada, quando disputou, simultaneamente, Copa do Brasil, Libertadores e Campeonato Brasileiro. Assim, pode ser que, mesmo com diversas opções, os jogadores sejam usados ao longo do ano.

Futuro de Diego ainda é incerto

O meia Diego tem uma proposta do Orlando City, dos Estados Unidos, e negocia uma renovação de contrato com o Flamengo - vínculo vai até o meio do ano. Com o clube norte-americano, está tudo alinhavado e o tempo do contrato seria de três anos. Porém, o camisa 10 ainda aguarda uma contraproposta do Rubro-Negro.

Atualmente, a questão salarial emperra as conversas. Até o momento, a diretoria do Flamengo sinalizou um vínculo de mais um ano e meio e ainda estuda um aumento dos vencimentos. Já o Orlando City, já apresentou um projeto e pretende contar com o camisa 10.

Diego chegou à Gávea no meio de 2016, depois de 12 anos na Europa, onde teve passagens por Porto (POR), Werder Bremen (ALE), Juventus (ITA), Wolfsburg (ALE), Atlético de Madrid (ESP) e Fenerbahçe (TUR). A contratação foi muito festejada pelos torcedores rubro-negros, que fizeram grande festa na recepção ao jogador.

A intenção, inicialmente, é aproveitar a base do time deixada por Mauricio Barbieri e Dorival Júnior, mas com algumas mudanças.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/SiteFlaResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget