Após promessa, Witzel desiste de fazer nova licitação do Maracanã

O GLOBO: Por Lauro Jardim

Tem ao menos um motivo a surpreendente reviravolta de Wilson Witzel em relação ao destino do Maracanã, ou seja, a desistência do governo do Rio de Janeiro de fazer uma nova licitação para a concessão do estádio.

Concessionária engatilha reformas no entorno do Maracanã

Depois de se mostrar favorável, em novembro, à abertura de uma nova licitação para o Maracanã, o governador Wilson Witzel já acena com a continuidade da Odebrecht à frente do negócio. A empreiteira, acionista majoritária da concessionária Maracanã S/A — que ainda tem a norte-americana AEG —, teve um pé fora do estádio em 2017, quando acumulava prejuízos operacionais. Agora, porém, vê oportunidade de tocar projetos imobiliários que foram retirados do contrato de concessão, em 2014, pelo então governador Sérgio Cabral, atualmente preso por corrupção.

Wilson Witzel, Bap e Landim em jogo do Flamengo no Maracanã - Foto: Divulgação
No último dia 17, Witzel se reuniu com o diretor-presidente da Maracanã S/A, Mauro Darzé, que apresentou um plano arquitetônico para erguer shopping center, salas de cinema e até instalações universitárias na área do Complexo Maracanã. Também participaram da reunião o secretário estadual de Esportes, Felipe Bornier, o secretário de Governo, Gutemberg de Paula Fonseca, e o procurador-geral do Estado, Marcelo Lopes.

Agora, porém, vê oportunidade de tocar projetos imobiliários que foram retirados do contrato de concessão.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget