Facincani cita Adriano e explica sugestão de Neymar pro Flamengo

FOX SPORTS: Neymar voltar a jogar no futebol brasileiro é uma sugestão muito fora da realidade? A ideia dada pelo comentarista FOX Sports Felippe Facincani, durante o FOX Sports Rádio da última quinta-feira (31 de janeiro), rendeu brincadeiras de revolta da bancada com essa possibilidade ao “abandonarem” o programa. Facincani, que levou a situação com bom humor, explicou depois, de forma mais detalhada, sua linha de raciocínio do comentário.

Segundo o comentarista argumentou, é claro que o momento da carreira de Neymar no futebol europeu somado à diferença de valores financeiros da Europa para o Brasil tornam essa chance fora da realidade. Mas a sugestão dada seria em função de um possível desejo do craque do PSG caso emocionalmente buscasse um desafio diferente dentro de um período limitado (o segundo semestre de 2019, que é reta final das competições na América do Sul, mas primeira parte da temporada na Europa).



A possibilidade aventada tem certa similaridade, devidas proporções com os casos de Adriano Imperador (2008) e Romário (95), que em determinado momento de alto nível em suas carreiras, quiseram deixar a Europa para viver no Brasil por estarem infelizes no Velho Continente naqueles anos. O primeiro vivia problemas emocionais na Inter de Milão e sentia saudades do Brasil, o que rendeu um acerto do time italiano com o São Paulo para que atuasse 6 meses no time paulista.

“(Adriano) abriu mão de um conforto, de uma idolatria, de uma titularidade na Internazionale, que na época era um dos principais clubes do mundo para jogar no São Paulo. Era o ‘Imperador’ Adriano, ninguém imaginava que o São Paulo pudesse trazê-lo. O São Paulo conseguiu em seis meses tentar dar ao Adriano uma oportunidade para ele voltar melhor à Europa”, afirmou Facincani.

O segundo, em caso histórico, decidiu deixar o Barcelona, quando era detentor do prêmio de melhor jogador do mundo pela Fifa, para jogar no Flamengo pelo desejo de voltar a morar no Rio de Janeiro, já que não encontrava mais felicidade na Catalunha.

“De 1994 para 1995, o Romário termina o ano como o Melhor do Mundo, campeão do mundo com o Barcelona, não tinha motivo algum para voltar ao Brasil e simplesmente abre mão de todo o luxo que tinha em Barcelona para acertar com o Flamengo, no projeto do ano do centenário...Os valores eram diferentes, mas a realidade do Flamengo em relação à Europa na questão financeira era quase que um abismo, e partiu do Romário querer voltar ao Brasil”, prosseguiu.

No caso de Neymar, a possibilidade só passaria pela cabeça do craque caso quisesse dar essa mesma “oxigenada” na mente pelas fortes críticas que vem recebendo na Europa e caso entendesse que o desafio de levar um time brasileiro ao Mundial de Clubes da Fifa e tentar ganhar de um clube europeu o pudesse dar uma credibilidade história na carreira.

Por enquanto, o Neymar não deu certo no Paris Saint-Germain. Teve duas lesões, é um cara que tem sido muito mais criticado na Europa do que merece ser, porque é um baita de um craque, todo mundo gosta, tem bola suficiente. Outros países não têm mais dado mais ao Neymar a atenção e o carinho devido que esperava receber no Velho Continente...Aqui no Brasil ele é abraçado, idolatrado. No Brasil, em seis meses, clubes podem dar ao Neymar uma retomada psicológica na carreira dele, uma nova estrutura, podem bancar um bom salário”, completou.

Facincani, que levou a situação com bom humor, explicou depois, de forma mais detalhada, sua linha de raciocínio do comentário.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/SiteFlaResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget