Flamengo abre os cofres e não mede esforços para ajudar vítimas

EXTRA GLOBO: "Não existe não". Esta teria sido a primeira frase do presidente Rodolfo Landim dita aos integrantes do gabinete de crise. Assim, o clube deverá atender todas as demandas dos familiares dos dez meninos mortos em um incêndio no CT do Urubu. A diretoria do Flamengo já está fazendo um levantamento para calcular indenizações às famílias das vítimas. A missão é do jurídico do clube que terá à frente o vice da pasta Rodrigo Dunshee.

Estes detalhes começaram a ser discutidos em reunião na sede da Gávea. A direção deixou o Ninho do Urubu e se encontrou no local para avaliar em seguida como lidar com as famílias e órgãos públicos.

Flamengo está em luto - Foto: Divulgação
Os familiares dos mortos virão de suas cidades com despesas pagas e hospedagem. O clube também prometeu dar o respaldo necessário em todas as questões burocráticas relacionadas às mortes. Dirigentes acompanharam a remoção dos corpos para o IML e aguardam os familiares para os reconhecimentos que faltam.

Outra tarefa é levantar toda a documentação relativa ao CT. Como a diretoria é nova, o fato é que eles ainda não têm todas as informações sobre licenças, alvarás e afins. Esta é uma das justificativas para não haver uma coletiva para a imprensa ainda hoje para esclarecimentos sobre o local onde os meninos dormiam.

O Centro de Treinamento do Flamengo, em Vargem Grande, não tinha ainda o Certificado de Aprovação (CA) do corpo de bombeiros para funcionar.

A diretoria do Flamengo já está fazendo um levantamento para calcular indenizações às famílias das vítimas.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget