Flamengo monta comitê só para investigar incêndio no CT

GLOBO ESPORTE: A tragédia não bateu, mas sim escancarou a porta do Flamengo. E, nas primeiras horas de sexta-feira, presidência e diretoria montaram um gabinete de crise na sede da Gávea, com a presença do secretário nacional de Esportes, General Marco Aurélio Vieira, e diversos dirigentes.

Em meio às reuniões e extremo clima de consternação, o clube prestou auxílio às famílias das vítimas e entregou imagens das câmeras do circuito interno do CT desde quarta-feira à polícia, que já analisa o conteúdo dos vídeos (veja abaixo imagens obtidas com exclusividade pela TV Globo).


Em conversas informais com peritos e policiais, uma hipótese interna ganhou força: o temporal de quarta à noite e a queda de uma árvore na rede de luz a poucos metros do Ninho podem ter afetado o circuito elétrico das instalações rubro-negras - e, consequentemente, - servido de gatilho para um curto que teria dado início ao incêndio. Por isso, foram recolhidas imagens desde a quarta-feira do temporal.

Atletas que escaparam do fogo relataram que o incêndio começou no ar-condicionado.

- Aconteceu que o ar-condicionado pegou fogo, daí foi gerando um curto-circuito em todos os ar-condicionados, pegando tudo. Foi muito rápido, muito rápido. Não deu pra conseguir chamar quase ninguém - relatou Samuel Barbosa, que escapou das chamas.

À exceção do pronunciamento do presidente Rodolfo Landim nesta sexta, sem abrir para perguntas, o clube optou pelo silêncio até que tenha respostas às diversas questões que a tragédia gerou - já que a atual diretoria assumiu em 1º de janeiro e precisa tomar ciência de licenças e alvarás. A partir daí, será convocada uma entrevista coletiva.

O Flamengo também conta com a consultoria de uma empresa especializada em gerenciamento de crises.
Landim foi um dos principais responsáveis por delegar funções entre o grupo formado pós-tragédia. O presidente colocou para vice-presidentes e diretores que o Flamengo não vai economizar para tentar minimizar a dor das famílias. Passagens, translados, hotéis, velórios, exames. "É o mínimo", disse o presidente internamente.

Em meio aos questionamentos sobre o fato de os atletas estarem em um contêiner, foi levantada a questão que a estrutura, em si, não teria problema, já que estruturas desse tipo são usadas em Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), entre outros. Em 2012, contêineres serviam de alojamento para atletas do profissional.

O Flamengo também acredita que pesa a seu favor o Certificado de Clube Formador (CCF), fiscalizado pela CBF. Um dos itens do CCF cita: garantir a saúde dos jovens jogadores "por meio da contratação dos seguinte profissionais: médico, fisioterapeuta, psicólogo, nutricionista, e de ações como promover visitas frequentes dos ou aos familiares, oferecer três refeições diárias, manter os alojamentos limpos e locais de treinamento preparados para atendimento de urgência".

O clube ainda não anunciou oficialmente o nome dos 10 mortos no incêndio pois, para isso, precisa que todos os corpos sejam identificados. E até o início da noite desta sexta apenas um fora reconhecido através da arcada dentária. Caso não haja mudança, o treino dos profissionais será às 10h deste sábado no Ninho do Urubu. Nesse dia da semana a atividade sempre é fechada à imprensa.

Presidência e diretoria montaram um gabinete de crise na sede da Gávea, com a presença do secretário nacional de Esportes.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget