MP pede bloqueio de R$ 57,5 milhões das contas do Flamengo

RODRIGO MATTOS: O Ministério Público e a Defensoria Pública do Rio de Janeiro pediram à Justiça o bloqueio de R$ 57,5 milhões das contas do Flamengo. A requisição ocorre loco após não haver acordo entre as partes para a indenização das dez vítimas do Incêndio no CT do Ninho do Urubu.  O valor é referente ao total das indenizações pedida pelo Ministério Público do Trabalho e da Defensoria Pública para os familiares das vítimas.

Juntamente com o pedido, foi requisitada a interdição do CT do Ninho do Urubu que já tem uma ordem de fechamento da prefeitura do Rio de Janeiro por falta de alvará dos bombeiros.

"A omissão do clube, aliada ao grave acidente ocorrido, demonstra um desrespeito reiterado às determinações de interdição das referidas instalações", diz a petição, em referência ao incêndio que provocou a morte de dez jovens atletas da categoria de base do clube, no CT do Ninho do Urubu, segundo nota do MP.

Foto: Divulgação
O bloqueio de contas é requisitado quando as autoridades públicas veem um risco de as vítimas não receberam as indenizações previstas. O Ministério Público do Trabalho e Defensoria calcularam uma reparação que envolvia o pagamento de R$ 2 milhões por dano moral e mais salários de R$ 10 mil até os 45 anos. No cálculo, o total somaria R$ 57 ,5 milhões.

O Flamengo ofereceu até R$ 400 mil em indenizações por dano moral, mais salário mínimo por dez anos, o que totalizaria em torno de R$ 5,2 milhões. O clube ainda pretende se reunir com famílias para negociar individualmente valores. Oito delas estiveram com autoridades públicas.

Internamente, o clube já avaliava que havia um risco de pedido de bloqueio de contas caso não houvesse acordo relacionado às indenizações. Essa hipótese tinha sido afastada pela intenção do clube de procurar o MP e o MPT para conversar sobre os valores. Como não houve acordo, o MP fez o pedido.

Não há esse volume de dinheiro no caixa do clube no momento, segundo apurou o blog. Mas há uma previsão de empréstimo a ser recebido para pagar despesas correntes.

"O bloqueio judicial no valor de R$ 57,5 milhões tem a finalidade de possibilitar o ressarcimento das indenizações a serem posteriormente apuradas na ação principal que também pedirá à Justiça que obrigue o Flamengo a realizar uma série de medidas capazes de evitar que outros infortúnios voltem a se repetir", informou nota do MPE. Quem julgará o pedido é o Juizado Adjunto do Torcedor e dos Grandes Eventos.

No Flamengo, o Conselho Diretor entende que um eventual bloqueio seria bastante prejudicial para o clube, mas que há grandes possibilidades de reversão do quadro. Explica-se: o clube acredita ter bons argumentos para provar que tem mostrado a intenção de ressarcir as vítimas. Mais, poderá mostrar que a vida do clube se tornaria inviável com o bloqueio das contas. Oficialmente, a assessoria do clube informou que não comentaria o pedido do MP.

O valor é referente ao total das indenizações pedida pelo Ministério Público do Trabalho e da Defensoria Pública para os familiares das vítimas.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget