Vizinho de muro ajudou no resgate de atletas no CT do Flamengo

UOL: O empresário Leandro Pires, morador de uma casa que divide muro com o alojamento que pegou fogo no CT do Flamengo, acordou na última sexta-feira com gritos de socorro e chegou ao local do incêndio antes dos bombeiros. Junto com três funcionários do clube, ajudou no resgate de alguns dos sobreviventes.

Dez jogadores morreram e três ficaram feridos no incêndio que destruiu o container que abrigava os garotos da base do Flamengo. Depois de falar sobre sua participação no resgate em uma reportagem do Fantástico no último domingo, o empresário passou a evitar o assunto e recusar novos pedidos de entrevista.

“Não queria aparecer para não me envolver nisso, para não passar como herói de nada”, disse ele, que um dia depois acabou convocado a prestar depoimento à polícia, como testemunha no inquérito que apura as causas e responsabilidades do incêndio. “É uma coisa que não me faz bem ficar falando.”

Flamengo em luto após tragédia no CT - Foto: Divulgação
O centro de treinamento do Flamengo está localizado no bairro de Vargem Grande, uma vizinhança pacata na zona oeste do Rio com jeito de interior. O setor que abrigava o alojamento das categorias de base divide muro com o condomínio fechado onde mora Leandro. Na segunda-feira, da casa do empresário ainda era possível ver lâminas de metal retorcido que formavam as paredes e o teto do container.

Quedas constantes de energia elétrica incomodam região
Os vizinhos afirmam que na madrugada do incêndio a região teve quedas de energia constantes, o que pode ter provocado um curto-circuito no aparelho de ar-condicionado. Na manhã da segunda-feira, três dias depois do incidente, a vizinhança e o próprio centro de treinamento continuavam tendo quedas de energia demoradas.

O Flamengo disse que abrirá as portas de suas instalações para uma grande inspeção nesta terça-feira. Um dia antes, uma comitiva formada por membros do Conselho Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente já havia dito que faria uma vistoria nas condições oferecidas aos atletas da base.


Junto com três funcionários do clube, ajudou no resgate de alguns dos sobreviventes.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaTeMorrer1895} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget