Com nova gestão, número de lesões no Flamengo dispara

GLOBO ESPORTE: Destaque positivo nos últimos anos, o Flamengo está com o departamento médico mais cheio que o usual no começo da temporada. Em 2019, sete baixas foram registradas até o momento - maior número desde 2016.

Neste ano, Berrío foi quem mais recebeu atenção da equipe médica rubro-negra em função das duas idas ao DM: uma entre janeiro e fevereiro para tratar lesão na coxa direita e outra sentida na coxa esquerda, na estreia da Libertadores. O colombiano já perdeu sete jogos em 2019 por não estar apto fisicamente para jogar. Vale lembrar que o jogador ficou afastado por cerca de 10 meses em função de uma grave lesão no joelho, sofrida em outubro de 2017.

Além do gringo e de Vitinho, Éverton Ribeiro, Rhodolfo, Thuler e Uribe passaram pelo DM neste ano. O jovem Lincoln também se trata no departamento médico do clube, mas sofreu a contusão na posterior da coxa pela seleção brasileira sub-20. Por isso, o problema não foi contabilizado.

Chefe do departamento médico do Fla, Dr. Márcio Tannure reconheceu o aumento no número, mas minimizou a quantidade de baixas.

- Comparando com os últimos anos, realmente o número de lesões aumentou, embora não seja nada fora da média no futebol brasileiro. A ausência do CT dificulta o trabalho de prevenção e recuperação, mas estamos debatendo internamente, sempre com o objetivo de ter todos os atletas à disposição para atuar.

Até 11 de março de 2018, por exemplo, apenas três jogadores tinham ido parar no DM no clube: Willian Arão, com lesão na panturrilha direita; Juan, com um problema nas costas; e Réver, com um edema ósseo no tornozelo direito.

No mesmo período em 2017, o clube registrou seis baixas. Destaque para a lesão no tornozelo direito de Leandro Damião, que o tirou de combate por cerca de um mês naquele ano. Em 2016, foram três casos. O principal do atacante Everton, que ficou cerca de três meses fora por um problema na coxa esquerda.

Chefe do departamento médico do Fla, Dr. Márcio Tannure reconheceu o aumento no número, mas minimizou a quantidade de baixas.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget