Defesas de Flamengo e Vasco se encontram em momentos distintos

LANCE: No Campeonato Brasileiro do ano passado, o Vasco, que brigou contra o rebaixamento, terminou como a quinta pior defesa da competição, com 48 gols sofridos. Enquanto isso, o Flamengo, que brigou pelo título, terminou como a terceira melhor no quesito, empatado com o Internacional, sendo vazada 29 vezes. Neste início da temporada 2019, porém, a situação se inverteu. Enquanto o time cruz-maltino tem a melhor defesa do Carioca, o rubro-negro só não foi vazado em dois jogos - contra Cabofriense e San José, da Bolívia.

No clássico deste sábado, o Vasco terá no setor defensivo a zaga que vem sendo titular, com os experientes Leandro Castán, de 32 anos, e Werley, de 30. Já pelo lado do Flamengo, visando o duelo com a LDU (EQU), na quarta-feira, pela Libertadores, o técnico Abel Braga deve poupar jogadores e há a possibilidade de a dupla defensiva ser formada pelos jovens Thuler e Hugo Moura, crias das categorias de base.

Foto: Divulgação
Até o momento, o Vasco levou gols em apenas dois jogos, na vitória por 5 a 2 sobre o Volta Redonda e no empate em 1 a 1 com o Botafogo.

- A explicação é o trabalho do Alberto (Valentim). Ele tem trazido a mentalidade de defender todo mundo junto na hora que nosso time está sem a bola. É um modo italiano e que ele tem sangue. Todo mundo comprou a ideia por saber a importância de se cumprir bem as funções dentro de campo. A linha defensiva precisa ser sempre bem compacta. Temos conseguido fazer isso muito bem - analisou Leandro Castan.

Antes do jogo contra a Portuguesa, pela segunda rodada da Taça Rio, o zagueiro Rodrigo Caio, que vem sendo titular ao lado de Léo Duarte (que ganhou posição após lesão de Rhodolfo) demonstrou incômodo com o fato de o time ter levado gols em quase todos os jogos, mas lembrou que, por outro lado, a resposta da equipe tem sido boa em relação aos resultados.

- Claro que nenhum zagueiro gosta de tomar gols, mas prefiro vencer os jogos e estamos fazendo isso. Para mim, isso é o mais importante em uma primeiro momento. Temos muitas coisas a corrigir, não só os gols que estamos tomando. Nossa equipe está em crescimento, equipe vai crescendo jogo a jogo. Tenho certeza que, no momento certo, vamos ficar jogos sem tomar gols, mas eu gosto de vencer os jogos e estamos fazendo isso.

Vale lembrar que Castán e Werley terminaram 2018 como titular da zaga vascaína, já sob o comando do técnico Alberto Valentim. No Fla, além da troca de Dorival Júnior por Abel Braga, houve a perda de Réver - que vinha sendo titular com Leo Duarte e foi para o Atlético-MG. Desta forma, o ano se iniciou com uma dupla nova, tendo Rodrigo Caio e Rhodolfo.

Enquanto o time cruz-maltino tem a melhor defesa do Carioca, o rubro-negro só não foi vazado em dois jogos.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/SiteFlaResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget