"Mostramos o que é o Flamengo", exalta Abel Braga

SITE OFICIAL DO FLAMENGO: Após o jogo, o respiro. O técnico Abel Braga estava plenamente satisfeito com a vitória da sua equipe sobre o San José, na estreia da Libertadores. O placar de 1 a 0, nas condições em que o jogo foi disputado, deixou o chefe da companhia bastante feliz e orgulhoso do time, que soube segurar um primeiro tempo difícil e reverter a situação no segundo, saindo com o triunfo. Para Abel, jogar a mais de 3.700 metros é uma prova de fogo para qualquer time e isso aumenta a vitória rubro-negra. Mais do que raça, o time teve inteligência para aprender a jogar no primeiro tempo e matar a partida no segundo.

"Jogar aqui é como se eles alargassem o campo. Eles rodam muito a bola. Você precisa sofrer. Nós não jogamos bem no primeiro tempo. No segundo, fomos uma equipe muito mais arrumada e mais tranquila, sem passarmos muito sufoco. Não sei quantos cruzamentos foram na área, mas os zagueiros estiveram impecáveis. Essa equipe deu uma demonstração de inteligência. Nós fizemos no primeiro tempo o que não treinamos. Eles vieram com força e não conseguiram nos vencer no segundo tempo, quando quebramos a linha deles e chegamos ao resultado. Não tenho dúvida de que, mesmo com ar rarefeito, nós vamos voltar oxigenados", disse o treinador na entrevista coletiva.

Flamengo comemorando gol na Libertadores - Foto: Alexandre Vidal
Jogar na altitude não é fácil e isso já é sabido. Abel fez questão de ressaltar o trabalho realizado pela equipe médica e de fisiologia do clube, que se organizou desde o sorteio para dar as melhores condições aos jogadores e viu um time que aguentou os 90 minutos de igual para igual com o adversário acostumado com a adversidade. Para o treinador, o Flamengo podia ter liquidado o jogo e mesmo que tivesse empatado, já seria merecedor de aplausos.

"Tivemos a chance de liquidar o jogo e fazer o segundo gol, mas é muito difícil. A equipe do San José tem valor, eles conseguem usar muito aquilo que eles têm de melhor que é a velocidade pelo lado do campo. Foi difícil e será difícil para quem vier aqui. A gente vem marcando gols, somos uma equipe ofensiva. Tivemos uma chance no primeiro tempo que o zagueiro cortou. Teve no segundo tempo com o Gabriel também. Mas o importante é que não sofremos gol. Estou muito feliz, mas se terminasse empatado, não teria saído triste. A logística foi muito boa. Os jogadores compraram a ideia e estão todos de parabéns. Todos os cuidados foram tomados. Não conseguimos colocar nosso jogo no primeiro tempo, mas, no segundo, sim. Mostramos o que é o Flamengo. Jogar a 3.700 metros é uma coisa muito difícil", concluiu Abel Braga.

O Flamengo volta ao Rio ainda nesta noite e já se prepara para o clássico contra o Vasco, no Maracanã, no sábado (09), às 19h, pela Taça Rio. Já pela Libertadores, o time volta a campo no dia 13, contra a LDU, também no Maracanã.

Mais do que raça, o time teve inteligência para aprender a jogar no primeiro tempo e matar a partida no segundo.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/SiteFlaResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget