Vasco e Flamengo fazem clássico pelo NBB apenas para convidados

GLOBO ESPORTE: Vasco e Flamengo protagonizaram clássicos inesquecíveis no Maracanãzinho. Jogos de arquibancada abarrotada que colocaram frente a frente Oscar Schmidt e cia contra Rogério, Demétrius e Charles Byrd. Neste sábado, porém, o duelo pelo Novo Basquete Brasil será acompanhado por privilegiados 250 convidados. Por questões de segurança, financeiras e pelo momento do Cruz-Maltino no Novo Basquete Brasil, o confronto em São Januário, casa vascaína, às 14h, não terá venda de ingressos ou acesso livre. A partida que já teria torcida única por determinação vigente da PM do Rio de Janeiro, poderá ser assistido apenas por Sócios Gigantes que retiraram suas entradas na secretaria.

Em outros encontros, sempre com a presença só da torcida de quem tinha o mando de quadra, os rivais se enfrentaram na Arena Carioca 1, no Ginásio do Tijuca e até na Arena Olímpica de Deodoro, onde a capacidade de público é maior. Com o Vasco brigando contra o rebaixamento no NBB - a equipe é a penúltima -, a pressão da torcida cresceu e financeiramente não valeria a pena mudar o local do encontro pela falta de interesse do torcedor até aqui. No último jogo, na derrota para Brasília, os poucos que foram se exaltaram, xingaram jogadores e o técnico Alberto Bial e precisaram ser contidos. Com essa panela de pressão, o Vasco resolveu, em conjunto com a polícia e o Flamengo, evitar o pior. Nos demais jogos em São Januário o acesso da torcida era livre, sem cobrança de ingresso.

Foto: Gilvan de Souza
O jogo deste sábado, inclusive, é primordial para o Vasco. O Flamengo já está classificado para o mata-mata e garantido nas quartas de final, já que fica ao menos em quarto lugar ao fim da primeira fase. A campanha é de 19 vitórias e uma derrota. O grupo ainda briga pelo primeiro lugar contra Pinheiros e Franca. O Cruz-Maltino, por sua vez, está virtualmente fora dos playoffs e tem o mesmo número de vitórias que o Joinville, o último colocado. Portanto, uma derrota para o rival dentro de São Januário pode deixar os vascaínos em situação ainda pior.

O Vasco, inclusive, tem incerto seu futuro no NBB. Nesta temporada, a equipe chegou a cogitar a saída, mas o presidente Alexandre Campello manteve o projeto com diminuição de receita. Desde que voltou à elite, o Vasco tem sofrido para manter os salários em dia e vários jogadores acionaram a Justiça cobrando indenizações e pagamentos atrasados, além de férias, 13º e FGTS. Com a possibilidade de rebaixamento no NBB, cresce nos bastidores a possibilidade de descontinuidade da modalidade em São Januário.

Em outros encontros, sempre com a presença só da torcida de quem tinha o mando de quadra, os rivais se enfrentaram na Arena Carioca 1.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/SiteFlaResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget