Veja os melhores e piores do Flamengo contra o Volta Redonda

LANCE: Faltou entrosamento. Faltou o gol. O empate sem gols diante do Volta Redonda frustou os rubro-negros que estiveram na noite deste sábado no Maracanã. A lucidez de Arrascaeta foi um dos pontos positivos, além do bom rendimento do lateral-esquerdo Trauco e do volante Ronaldo.

Confira, a seguir, as notas do LANCE! para a partida
Por João Vitor Castanheira

6,0 - Gabriel Batista - Foi seguro em duas defesas simples, as únicas em todo o jogo.

6,0 - Rodinei - Não teve muito trabalho pelo seu lado da defesa e também não fez muito no ataque além de um chute no meio do gol. Errou pouco e teve uma atuação segura.

Piris da Motta em Flamengo x Volta Redonda - Foto: Alexandre Vidal
6,0 - Thuler - Foi bastante firme quando foi exigido e fez bons cortes. É o tipo de zagueiro sério.

6,0 - Hugo Moura - Volante de origem, ganhou seus duelos e qualificou a saída de bola. Perdeu pontos por chegar atrasado no lance em que levou amarelo.

6,5 - Trauco - Como de costume, mostrou qualidade no apoio. Exigiu uma defesa de cinema de Douglas Borges em cobrança de falta.

6,0 - Piris da Motta - Muito tranquilo no jogo, deu sustentação à jovem defesa que entrou em campo. Partida bastante correta do volante.

6,5 - Ronaldo - Deu uma dinâmica interessante ao meio-campo do Flamengo. Atuando bem de área a área, coloca cada vez mais pressão em Willian Arão.

6,5 - De Arrascaeta - Foi o mais lúcido de um time bastante desentrosado. De seus pés, nasceram as melhores chances do Flamengo.

5,5 - Vitor Gabriel - Foi até participativo no primeiro tempo, mas cometeu alguns erros técnicos. Finalizou uma chance para a defesa de Douglas e na outra, furou. Sumiu no segundo tempo.

5,0 - Lucas Silva - Não foi o dia do garoto. Tomou decisões erradas, foi mal dentro da grande área, assim como na puxada de contra-ataques. O primeiro a ser substituído.

5,0 - Uribe - Teve a melhor oportunidade do primeiro tempo, mas a finalização saiu longe do esperado para um centroavante. Falhou domínios simples e se embolou em nova oportunidade, na segunda etapa.

6,0 - Klebinho - Entrou para liberar Rodinei pela direita, e não comprometeu. Foi com segurança ao campo ofensivo e não deu espaço para contra-ataques.

5,5 - Renê - Entrou e não melhorou o time do Fla. No pouco tempo que teve, foi bem acionado, mas pouco efetivo nos cruzamentos.

6,0 - Diego - Com poucos toques na bola, colocou Uribe na cara do gol após belo giro. É o tipo de jogador que muda o nível dos times em que atua.

5,5 - Abel Braga - O investimento do Flamengo para a temporada pedia uma vitória em casa, apesar do time reserva. Com as opções que levou para o campo, não tinha muito o que fazer para alterar o panorama da partida.

A lucidez de Arrascaeta foi um dos pontos positivos, além do bom rendimento do lateral-esquerdo Trauco e do volante Ronaldo.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget