Atual vice-campeão, Flamengo entra no Brasileirão pressionado

EXTRA GLOBO: Diogo Dantas e Venê Casagrande

Dono de boas campanhas ao longo dos últimos três anos, com direito ao vice-campeonato em 2018, o Flamengo estreia hoje no Brasileiro, às 21h, diante do Cruzeiro, com o título como obsessão. O troféu, que não é erguido na Gávea desde 2009, é apenas mais um dentre os grandes objetivos do milionário elenco do Flamengo em 2019. Embora seja dada importância maior à Libertadores, o primeiro jogo do torneio nacional tem o objetivo de acalmar o ambiente de cobranças pelo tropeço da última semana na competição continental.

Por isso, mesmo que haja um clima de festa pela despedida do zagueiro Juan, no último jogo de seu contrato, que termina em abril, o cenário é de apreensão. E a vitória diante de um concorrente direto pelo título o único resultado capaz de frear as críticas sobre o trabalho de Abel Braga. Ciente da pressão, o técnico vai lançar a campo força máxima, o que não permite dizer se Juan sequer jogue. Certas apenas algumas homenagens ao ídolo de 40 anos.

Foto: Alexandre Vidal
A equipe titular que vai a campo é a base da que conquistou o Estadual. A única mudança será César no lugar de Diego Alves, que tem um quadro de lombalgia. No mais, nenhum atleta sentiu desgaste excessivo que exigisse ser poupado.

Arrascaeta está confirmado contra o ex-clube. Com isso, Diego segue no banco de reservas. A relação para a partida não terá o esperado retorno de Berrío e do centroavante Uribe. Por outro lado, os jovens Lincoln e Vitor Gabriel são opções caso Gabigol e Bruno Henrique precisem ser substituídos.

Éverton Ribeiro, que também era dúvida, participou da movimentação de ontem com bola, embora não tenha havido coletivo, e está à disposição de Abel.

— É um jogo de campeonato que nós temos como objetivo ganhar, contra uma equipe que está invicta no ano, candidato ao título. Jogo importante, principalmente depois do que aconteceu na quarta-feira — afirmou Juan, em entrevista coletiva não convocada pelo Flamengo.

O zagueiro posou para fotos com os companheiros e se disse pronto para pensar no próximo passo na carreira. Antes de se retirar, exaltou o grupo atual e o credenciou para grandes feitos na temporada.

— O Flamengo fez um grupo que é pronto para conquistar coisas grandes, mas o mais importante de tudo é reagir rápido. Nós esperamos que o Maracanã encha, pra mim seria muito legal me despedir assim, mas acima de mim tem o clube e meus companheiros. Acho que é uma oportunidade para a torcida empurrar o time, a gente precisa da vitória — completou.

E precisa mesmo. Em seguida, o time enfrenta São Paulo e Internacional fora de casa, antes de pegar o Peñarol na Libertadores, também fora do Rio de Janeiro.

Ciente da pressão, o técnico vai lançar a campo força máxima, o que não permite dizer se Juan sequer jogue.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget