Pela união dos seus poderes, eu sou o Flamengo na Libertadores

ESPN FC: Por João Luis Jr.

Se você é um flamenguista mais experiente, você já sentiu o cheiro de tragédia no ar muito antes do pontapé inicial. Afinal, era o Flamengo, afinal, era uma Libertadores, afinal, ele só dependia de si mesmo, um cenário que, historicamente, nos trouxe muito mais drama e sofrimento do que precisar reverter placares extremamente negativos no mata-mata ou depender de combinações absurdas de resultados, saldo de gols e o sorteio específico de uma bola no bingo da quermesse da Igreja de Nossa Senhora da Glória em Juiz de Fora para garantir a classificação, por exemplo.

Mas ainda que seja um fracasso totalmente anunciado e até mesmo merecido – é muito complicado vencer fora de casa na Libertadores atuando com um nível de comprometimento inferior ao de um filho que faz estágio não-remunerado na empresa do pai – é importante tentar mais uma vez entender os passos que levaram o Flamengo a transformar o último jogo contra o Peñarol, que poderia ser uma sossegada partida de compadres em torno de uma gostosa carne uruguaia, num duelo de vida ou morte onde pouca gente apostaria dinheiro na camisa rubro-negra.

Fumaça da torcida do Flamengo - Foto: Celso Pupo / Fim de Jogo
Primeiro é preciso lembrar o misto de miopia e presunção que levou á montagem do atual elenco flamenguista, uma equipe onde Arrascaeta, a maior contratação da história do futebol brasileiro eventualmente fica no banco mas Pará é titular absoluto. Houve confiança demais em jogadores que nunca mereceram? Houve incapacidade de investir nos alvos certos no mercado? Independente da leitura que for feita, essas deficiências vem cobrando seu preço e precisam ser corrigidas na próxima janela de transferências.

Depois é preciso lembrar a postura totalmente equivocada com que o Flamengo mais uma vez abordou a Libertadores, onde não apenas conseguiu em várias ocasiões demonstrar imenso despreparo psicológico, vide Gabigol contra o Peñarol, como também conseguiu a proeza de na mesma partida misturar presunção e covardia, já que a derrota para a LDU foi tanto fruto do salto alto de um time que fez um gol e achou que poderia apenas rolar a bola de lado e para trás até o fim da partida como também de um time que após o gol de empate, mesmo diante da fragilidade adversária, preferiu se manter acuado e torcer pra tudo acabar do que tentar buscar uma vitória.

Somando a isso o estado de confusão mental que parece viver o treinador Abel Braga, um homem plenamente convencido de que o Flamengo não precisa de variações táticas, de que nada nem ninguém pode substituir William Arão e de que gritar “CALMA, PORR*” pro Gabigol durante a partida vai resolver todos os nossos problemas de organização em campo, você tem uma tragédia que não apenas foi anunciada como vários vídeos sobre ela interromperam seus clipes favoritos no Youtube durante os últimos dois meses.

E foi com a soma de todas essas peças que o Flamengo conseguiu construir o quebra-cabeça em que se encontra, um contexto em que o clube precisava de apenas um ponto em três jogos, sendo um desses jogos em casa, e fez questão de garantir que esse ponto precisasse ser conquistado exatamente na última partida, que por coincidência é exatamente a mais complicada de todas elas.

Impossível dizer o quanto da nossa situação é causada por burrice, o quanto é pura indigência técnica, e o quanto é falta de planejamento, mas uma coisa ficou novamente clara: por mais que situações como o gol de Cabañas e Léo Moura acompanhando eliminação no link ao vivo tenham tentado ensinar, o Flamengo aprendeu muito pouco com todas as vergonhas que já passou na Libertadores. E agora tem só mais uma partida para provar que não quer passar mais uma.

O Flamengo aprendeu muito pouco com todas as vergonhas que já passou na Libertadores.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget