CSA vende mando de campo e enfrentará o Flamengo em Brasília

TNH1: Após uma reunião a portas fechadas no CT do Mutange, nesta terça-feira (14), o CSA anunciou oficialmente a venda do mando de campo do jogo com o Flamengo, pela 9ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Assim, o confronto entre Azulão e Urubu, que aconteceria no Estádio Rei Pelé, no dia 12 de junho, vai ser realizado em Brasília, longe de Maceió. Os dirigentes não divulgaram o valor da venda.

Em entrevista coletiva, Rafael Tenório afirmou que a venda do mando de campo será destinada a investimento no próprio clube, inclusive, viabilizando para antes da parada da Copa América a contratação de dois jogadores. Apesar de não revelar a quantia, o dirigente deu a entender, em comparação, que o valor da venda do mando de campo seja aproximadamente o triplo da soma das rendas líquidas das partidas com Palmeiras (R$ 433 mil) e Santos (R$ 89 mil).

Foto: Divulgação
Questionado sobre os reforços, o presidente do Conselho Deliberativo, Raimundo Tavares, adiantou que esses dois jogadores não são os observados na última viagem ao Paraguai.

"Nós precisamos de recurso para reforçar o elenco, para que possamos alcançar nosso principal objetivo, que é a permanência na Série A. Em relação à venda de campo, minha pergunta para essas pessoas que não entendem é que Santos vendeu mando de campo, Corinthians, Vasco, Fluminense, Flamengo, Botafogo venderam mando de campo... É muito natural isso hoje dentro do futebol. Se nós fizéssemos os 19 jogos em casa e tivéssemos a certeza plena que ganharíamos, estaríamos classificados direto para a Sul-Americana. Mando de campo não significa dizer que você possa ir para lá e já esteja perdido de 10 ou de 2. Vai ser um jogo 11 contra 11", disse Tenóro, comentando em seguida sobre as críticas relacionadas à venda.

"Fico muito triste quando recebemos críticas infundadas. De 19 jogos, vendermos um ou dois jogos. Essas pessoas que criticam deveriam sentar e entender como era a situação do CSA há três anos. Quando estávamos nessa mesa aqui e o CSA não tinha calendário nenhum, não podia sequer comprar um fogão de três bocas, com um passivo miserável. Posso dizer que no ano passado, 16% da receita bruta do clube foi para pagar ações trabalhistas", discursou o presidente.

"O CSA hoje é uma instituição que paga rigorosamente. O CSA está entre  os 10 clubes do Brasil que cumprem rigorosamente as exigências do Profut. Fomos auditados não tem 30 dias pelo auditor da CBF e foi ele quem deu o veredicto que o CSA está cumprindo rigorosamente. O CSA não tem salário atrasado, não tem fornecedor atrasado, não tem um centavo na nossa gestão de encargo social. Todos os nossos funcionários estão com férias em dia, 13º pago, recolhimento de FGTS, INSS, estou pagando Profut, estou pagando acordo trabalhista e as dívidas cível", completou.

O CSA ainda não venceu no Brasileirão e está na 17ª colocação após conquistar três pontos, sendo três empates e uma derrota, em quatro rodadas. No próximo domingo (19), o time marujo visita o Internacional, às 16h, na Arena Beira-Rio, em Porto Alegre.

Assim, o confronto entre Azulão e Urubu, que aconteceria no Estádio Rei Pelé, no dia 12 de junho, vai ser realizado no Mané Garrincha.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/SiteFlaResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget