Jorge Jesus foi indicado ao Flamengo há mais de 1 mês

GLOBO ESPORTE: Apesar de Jorge Jesus não confirmar o interesse e Rodolfo Landim afirmar que a busca por um novo treinador está apenas começando, não é de hoje que o português, de 64 anos, entrou no radar do Flamengo.

Os primeiros contatos começaram há mais de um mês quando a saída de Abel Braga ainda era embrionária nos corredores da Gávea. As conversas com o português estão adiantadas e há otimismo em relação ao acerto. A ideia é que o treinador desembarque no Rio de Janeiro nas próximas semanas e assuma o time durante a Copa América. Até lá, o auxiliar Marcelo Salles comandará a equipe interinamente.

O desenrolar da negociação acontece na Europa, onde estão o vice de futebol Marcos Braz e Bruno Spindel, diretor responsável pelas negociações.

Foto: Divulgação
Abel fala em traição; português foi oferecido durante passagem pelo Brasil

O primeiro passo não foi do clube. Há mais de um mês intermediários indicaram Jorge Jesus ao Flamengo e sinalizaram o interesse do treinador em trabalhar no Brasil. O nome foi levado à cúpula do Flamengo e agradou. No entanto, a negociação só começou de fato nos últimos dias, quando a saída de Abel começou a se desenhar. ideia é que o português assuma durante a Copa América.

Abel, que trabalhou por sete anos em Portugal e tem muitos contatos no país, tomou conhecimento de contatos de representantes do Flamengo com Jorge Jesus. O que, aliado ao processo de fritura, abreviou a passagem do treinador pela Gávea.

- Trabalhei em Portugal e até hoje conheço gente lá. Me disseram que houve o contato. Liguei, então, pro Landim e pro Bap e lhes perguntei se de fato isso tinha acontecido. Negaram. Voltei às minhas fontes e tive a confirmação de que gente do Flamengo, sim, estivera com o Jesus. Aí, não dá mais, acabou a confiança - disse Abel Braga, ao jornalista Renato Maurício Prado, do Uol.

O treinador também soltou nota oficial.

- Jamais vou esquecer esse grupo, competitivo e dedicado ao extremo. São homens de caráter, prontos para conquistar grandes títulos esse ano. Sempre soube que eles dariam a resposta em campo. Foi uma despedida emocionante. Quero aproveitar para agradecer em público a cada um deles, além de cada integrante da comissão técnica e funcionários. E também a grande Nação de torcedores. Na vida, seja na minha carreira de jogador ou de treinador, sempre estive preparado para as grandes pressões e os grandes momentos. Sempre me dei bem com isso. E me habituei a encarar esses desafios de cabeça erguida. Mas jamais estive preparado para covardias e articulações. O que não suporto é traição. Eu me senti sem respaldo, isolado em certo momento. O que posso afirmar é que o Flamengo é muito maior do que tudo isso. O clube vai brilhar por tudo que plantou nesses últimos anos, por esse terreno fértil, por sua grandeza.

Com a pressão crescente pela saída de Abel Braga, as conversas se intensificaram nos últimos dias e cruzaram o oceano. Na Europa em busca de reforços, o vice de futebol Marcos Braz se deslocou para Portugal. Mesmo destino do “negociador” Bruno Spindel, que já havia retornado ao Rio de Janeiro após uma temporada no continente. O vazamento do interesse em Jesus incomodou internamente.

- Não tínhamos conversado com ninguém até agora. Vamos conversar com várias pessoas. No momento em que começa a haver um descontentamento com a torcida, é natural empresários procurarem pessoas próximas ao clube. Batem em diversas portas. Conversas existem, mas oficialmente não teve nada. Tem que falar comigo, e não autorizei nada - disse Landim, em coletiva de imprensa, nesta quarta.

Projeto do Flamengo seduz

Em passagem recente pelo Brasil, Jorge Jesus acompanhou, ao lado da diretoria do Atlético-MG, a derrota do Flamengo para o Galo, no Independência. O time mineiro, aliás, era um dos interessados no treinador, além do Vasco. Jesus, no entanto, deixou claro que, caso venha para o futebol brasileiro, deseja assumir um projeto vencedor. E o Flamengo o seduz.

A prioridade é seguir na Europa, seus representantes buscaram clubes na Premier League, mas nenhum projeto o agradou. Jesus tem problemas com o fisco em Portugal, o que atrapalha os planos de trabalhar em seu país e aumenta a chance do Flamengo.

Jorge Jesus fez sucesso no futebol português, especialmente à frente de Benfica e Sporting. Seu último clube foi o Al-Hilal.

No entanto, a negociação só começou de fato nos últimos dias, quando a saída de Abel começou a se desenhar.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaTeMorrer1895} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget