Olivinha e a arte de incendiar os jogos do Flamengo

GLOBO ESPORTE: O ala-pivô Olivinha foi o grande nome do Flamengo na vitória por 82 a 68 diante do Franca no jogo 1 da final do Novo Basquete Brasil 2018/2019. Além de cestinha com 23 pontos, sendo cinco bolas de três convertidas de seis tentativas (83,3% de aproveitamento), o espírito de garra e determinação do camisa 16 deixaram empolgados os rubro-negros presentes no Maracanãzinho neste domingo. O protagonismo nesse confronto e a raça fizeram o atleta de 36 anos ser comparado ao americano Draymond Green.

Neste sábado, o ala-pivô do Golden State Wariors, de 29 anos, foi o protagonista da vitória da equipe de Oakland sobre o Portland Trail Blazers no jogo 3 da final da Conferência Oeste da NBA. Dessa forma, os Warriors abriram 3 a 0 na série, enquanto o Fla abriu 1 a 0 na série de finais do Novo Basquete Brasil.

Olivinha, do Flamengo - Foto: Marcelo Cortes
A comparação entre os dois jogadores foi feita tanto pela imprensa, quanto por torcedores nas redes sociais e até mesmo pelo técnico do Flamengo, Gustavinho, após o triunfo diante do Franca. Olivinha se divertiu e disse concordar com o fato:

- Bom, eu vi um pedaço do jogo, e o Draymond Green é um cara que... Sim, sou parecido. Pareço um pouco com ele (risos). É o cara que põe muita energia no jogo, que está sempre puxando os companheiros, tentando trazer a torcida para dentro do jogo, e esse é o papel que tento fazer aqui também. Consegui fazer isso, foram 7 mil torcedores ao nosso lado, eu saio bastante feliz com minha atuação - relatou.

Gustavinho exaltou Olivinha, concordou com a comparação, mas fez questão também de relembrar a importância do restante do elenco do Flamengo, que foi muito bem no triunfo diante do Franca, deixando os 7.003 torcedores presentes no Maracanãzinho muito animados:

- Hoje ele foi (fundamental). Vocês compararam bem. Não é todo jogo que ele parece o Draymond Green, mas, mesmo quando ele não parece em fundamentos, ele contribui com outra coisa. Tem jogo que ele não faz dois pontos, mas tem tanta importância quanto hoje. O bom do nosso time é que dessa vez foi o Olivinha, de outra foi o Nesbitt, então temos jogadores capazes de produzir o que o Olivinha produziu - concluiu.

Próximos jogos:
Jogo 2 – 23/05 (Quinta-feira), às 20h, no Ginásio Pedrocão, em Franca
Jogo 3 – 25/05 (Sábado), às 14h, no Ginásio Pedrocão, em Franca
Jogo 4* – 01/06 (Sábado), às 14h, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro
Jogo 5* – 08/06 (Sábado), às 14h, no Ginásio Pedrocão, em Franca
*Se necessário


O protagonismo nesse confronto e a raça fizeram o atleta de 36 anos ser comparado ao americano Draymond Green.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaTeMorrer1895} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget