Peñarol tem aproveitamento avassalador jogando em casa

UOL: O técnico Abel Braga reconheceu o peso do compromisso e o definiu como o "jogo do semestre". É assim que o Flamengo enxerga a partida contra o Peñarol-URU, amanhã, às 21h30 (de Brasília), no estádio Campeão do Século. Para não depender de outros resultados, o Rubro-negro precisa ao menos empatar fora de casa. Desta forma, evitará um novo vexame na Copa Libertadores e garantirá a vaga nas oitavas de final.

Só que enfrentar o Peñarol em seus domínios é missão das mais ingratas, sobretudo em 2019. O time uruguaio balançou as redes ao menos uma vez em todos os dez jogos realizados em casa até aqui. Praticamente imbatível, foram oito vitórias e apenas dois empates. O aproveitamento de 86% é avassalador e costuma assustar os visitantes.

Foto: Divulgação
Dos oito triunfos no Campeão do Século, o Peñarol construiu três deles por goleada. Uma delas pela Libertadores (4 a 0 no San José-BOL) e duas pelo Campeonato Uruguaio (5 a 0 no Rampla Juniors e 4 a 1 no Juventud).

Na Libertadores, o Penãrol também bateu a LDU-EQU por 1 a 0. Os empates foram com Racing (2 a 2) e Cerro (1 a 1). Em casa, os uruguaios fizeram 23 gols e foram vazados apenas cinco vezes.

Se os números assustam por um lado, podem animar um Flamengo pressionadíssimo em outro aspecto. Em 2019, o time fez gols em todos os jogos realizados como visitante. Ainda que alguns resultados não tenham agradado, como nas derrotas por 2 a 1 para LDU e Internacional, o time de Abel Braga costuma balançar as redes longe de seus domínios.

Isso se deve, claro, aos jogadores habilidosos no setor ofensivo, principalmente o quarteto formado por Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol. Ainda que o Flamengo tenha a confiança de que chegará às redes do Peñarol, o sistema defensivo precisará funcionar para que o Rubro-negro possa carimbar a Gávea.

"Os jogadores merecem. A derrota para o Peñarol no Maracanã [1 a 0] é a única coisa que nos machucou até agora, que esteve fora do contexto normal. O jogo do semestre é o de quarta-feira. Não vamos mudar a nossa forma de jogar. Não colocarei mais um volante ou zagueiro. Se nos encolhermos, será complicado. É óbvio que eles sairão mais para o jogo", afirmou o técnico Abel Braga.

Ainda que precise do empate para avançar na Libertadores, o Flamengo poderá se classificar mesmo perdendo. Para isso, terá de torcer para que a LDU não vença o já eliminado San José, em casa. Caso isso aconteça, equatorianos e uruguaios estarão nas oitavas da Libertadores, enquanto o Rubro-negro amargará a quarta eliminação da década na primeira fase, já que caiu nessas circunstâncias em 2012, 2014 e 2017.

Se os números assustam por um lado, podem animar um Flamengo pressionadíssimo em outro aspecto.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget