Veja frases famosas e polêmicas de Jorge Jesus, alvo do Flamengo

ESPN: Após a saída de Abel Braga o nome do português Jorge Jesus apareceu como um dos mais cotados para assumir o comando do Flamengo. Se o currículo do treinador tem boas campanhas com Benfica, Sporting, entre outros, ele também acumula grandes frases.

“Há três fatores importantes (em um jogo de futebol): a vitória, golear, e a nota artística. Mas este último é na patinação artística", disse em 2010, quando defendia que não interessava o estilo de jogo e sim a classificação na disputa da Europa League.

O treinador também não fugia de polêmicas com os rivais, como quando foi perguntado sobre a chance de treinar o Porto. “FC Porto? Quem chega ao topo não quer andar para trás”, afirmou.

Jorge Jesus - Foto: AFP PHOTO / PATRICIA DE MELO MOREIRA
A “modéstia” também parece ser uma característica do treinador, que em muitas oportunidades se colocou entre os melhores de todo o mundo.

“Houve treinadores que fizeram menos do que eu e estão no top-10 para a eleição de melhor treinador do ano, mas não percebo os critérios para ser nomeado”, afirmou em 2014, quando havia vencido a tríplice coroa portuguesa com o Benfica e chegado até a decisão da Europa League.

“Acho que sou o melhor treinador do mundo, mas isso só vou poder justificar quando ganhar a Champions”, declarou no mesmo ano.

Com a confiança extrema na qualidade de seu trabalho e cheio de conquistas no Benfica, ele acabou fazendo a própria equipe, dona de um passado glorioso, de vítima por sua verborragia.

“O que era o Benfica antes de mim?”, questionou em 2012, quando colecionava um título e três vices no Campeonato Português.

Além disso, ele não parece muito receptivo a críticas de pessoas que não fazem parte do meio do futebol. Ao menos é o que deu a entender em entrevista à SIC, em 2014.

“Custa-me ver pessoas que são médicos, advogados, falarem sobre futebol. Eu não sei falar de medicina. Como é que eles sabem falar sobre futebol? Faz-me uma ‘ganda’ confusão. Uma ‘ganda’ confusão. ‘Ganda’, não digo grande, mas sei o que é grande. Isto é cultura aqui de Lisboa”, disse.

De qualquer forma, se chegar ao Flamengo, terá o currículo com três títulos do Campeonato Português para mostrar, além dos três prêmios de melhor técnico da competição e um oitavo lugar na lista da IFFHS dos melhores treinadores de 2013.

“Para mim, um treinador não tem passado nem futuro, só tem passado”, seja lá o que isso signifique.


O treinador também não fugia de polêmicas com os rivais, como quando foi perguntado sobre a chance de treinar o Porto.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget