Vendas de Paquetá e Dourado explodem arrecadação do Flamengo

ESPN: O Flamengo publicou o balancete do 1º trimestre do ano fiscal de 2019.

De acordo com o documento, a receita bruta do departamento de futebol da equipe carioca entre janeiro e março deste ano foi de R$ 233,706 milhões, um aumento expressivo em relação ao 1º trimestre de 2018, quando a receita foi de R$ 122,904 milhões.

Os números mostram que essa explosão foi puxada pelo dinheiro que entrou das vendas de Lucas Paquetá para o Milan, da Itália, por 35 milhões de euros, e de Henrique Dourado para o Henan Jianye, da China, por 6 milhões de euros.

A receita obtida com repasse de direitos federativos no 1º trimestre de 2019 foi de incríveis R$ 173,460 milhões - ou seja, pouco mais de 74% da receita total do Fla no período analisado.

Foto: Gilvan de Souza
Como comparação, no 1º trimestre de 2018 foram recebidos R$ 26,737 milhões em repasses de direitos federativos, praticamente seis vezes menos que em 2019.

No comparativo com o ano passado, a receita com bilheteria também aumentou: R$ 12,3 milhões em 2019 contra R$ 5,673 milhões em 2018.

O dinheiro vindo de patrocínios, no entanto, diminuiu: R$ 13,962 milhões em 2019 contra R$ 15,685 milhões no ano passado.

A grana do sócio-torcedor também decresceu: R$ 10,685 milhões neste ano, R$ 11,593 milhões em 2018.

Por fim, a receita obtida com direitos de transmissão de TV foi mais um quesito em que os números diminuíram nesta temporada: R$ 21,598 milhões em 2019 contra R$ 59,849 milhões em 2018.

Em nota explicativa, porém, o Fla diz que esse item em questão se refere ao contrato firmado com a TV Globo para transmissão do Campeonato Brasileiro entre 2019 e 2024, do qual houve antecipação de R$ 24,484 milhões.

"Adicionalmente o contrato estipula que o clube tem direito do recebimento de luvas, no montante de R$ 120.000, a serem amortizados pelo período do contra", escreve a equipe.

O clube da Gávea ainda salientou que há um saldo disponível de R$ 99,209 milhões de direitos de TV a entrarem em caixa.

No 1º trimestre de 2018 foram recebidos R$ 26,737 milhões em repasses de direitos federativos, praticamente seis vezes menos que em 2019.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget