Diego rebate incertezas e diz que jogadores se adaptarão a Jesus

UOL: Autor do primeiro gol do Flamengo na vitória por 3 a 1 no jogo-treino contra o Madureira, na Gávea, na manhã de hoje (29), o meia Diego garantiu que a expectativa em relação ao trabalho do técnico Jorge Jesus é a melhor possível, ressaltando o alto nível de exigência do treinador português. O camisa 10 aproveitou para elogiar a dedicação que o elenco rubro-negro tem tido, mesmo com as mudanças no trabalho do dia a dia

Jesus foi apresentado no último dia 10 e começou o trabalho na quinta-feira da semana passada. Ele chegou para substituir Abel Braga, que pediu demissão no fim de maio.

"Tive 12 anos de experiência na Europa e trabalhei com diferentes treinadores. O Jorge traz essa exigência pela excelência, o que requer muita dedicação, mas o resultado é muito prazeroso. Eu gosto dessa exigência. Precisa ser assim. Agora, vou falar sobre a equipe do Flamengo, quando Jorge chegou, teve diferença, mas falaram "Será que o time vai se adaptar?", como se a equipe não estivesse preparada. Essa equipe não tem problema em trabalhar, vai chegar um treinador, vai falar e vamos fazer. Ele (Jesus) reconheceu isso. Ele mesmo disse que a equipe gosta de trabalhar. Qualquer treinador que chegar, vamos abraçar. Sabemos da oportunidade que temos. Todo mundo está muito motivado, muito cansado, às vezes, mas tem de ser dessa maneira. Queremos excelência também. É promissor, a expectativa é muito boa. Todo trabalho tem sido novo, mas a reação da equipe tem sido excelente", disse.

Flamengo x Madureira na Gávea - Foto: Alexandre Vidal
O Flamengo começou o duelo com uma formação em um desenho semelhante a 4-1-3-2, tendo apenas Arão como volante e Diego um pouco mais à frente, com Vitinho e Lucas Silva na ligação pelas alas.

"Cabe ao treinador a opção. Ali, como segundo volante, jogador pode ter características, mais ou menos, ofensivas e com a obrigação de recompor. Particularmente, é uma função que me sinto bem. É automatizar o que cada um tem de fazer. (Posição) Me agrada, me sinto confortável", disse ele, que também comentou a formação utilizada:

"É um sistema em que já joguei em outras equipes, na forma de jogar. Logo que perder a bola, temos de estar sempre próximos. Isso requer atenção e reatividade constantes. Esse tipo de situação é algo que temos de estar ligados e, com o tempo, vai ser mais automatizado. Intensidade com e sem bola é algo que temos de estar atentos, que ele (Jesus) tem pedido muito".
O time rubro-negro volta a atuar em partida oficial contra o Athletico-PR, no dia 10 do mês que vem, na Arena da Baixada, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

"Chegaremos preparados, isso pode ter certeza. Jogo difícil. Um estádio que as estatísticas mostram que é difícil de jogar, mas vamos chegar preparados para fazer um jogo consistente. Objetivo é vencer, marcar... Isso que pode esperar, uma equipe em busca da vitória", garantiu.

O camisa 10 do Flamengo aproveitou para elogiar a dedicação que o elenco rubro-negro tem tido, mesmo com as mudanças no trabalho do dia a dia

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget