Empresários de Cuéllar buscam propostas para levar ao Flamengo

EXTRA GLOBO: Diogo Dantas

A mão invisível do mercado da bola indica que a saída de Cuéllar do Flamengo pode não ser a melhor solução para a carreira do jogador. Embora tenha caído nas graças da torcida rubro-negra, o volante, titular absoluto no clube, mas reserva da seleção colombiana, não despertou ofertas do mercado europeu por enquanto, e tem na possível renovação uma saída que o atenda esportiva e financeiramente.

Embora o tema seja debatido no clube, a intenção de Cuéllar hoje é se valorizar durante a disputa da Copa América e aproveitar a janela de transferência para alcançar um novo patamar salarial. A reportagem apurou que seus representantes e outros agentes do mundo da bola se mobilizam para apresentar ofertas ao Flamengo nas próximas semanas e meses.

Cuéllar entrando em campo pelo Flamengo - Foto: Alexandre Vidal
Até agora, o jogador teve sondagens de clubes de menor expressão apenas. Com multa de 70 milhões de euros, nenhuma proposta fará o Flamengo liberar Cuéllar sem que seja de seu desejo sair para receber em dólar ou euro, em negociação que normalmente lhe dá direito a generosas luvas.

Segundo informações, a intenção do Flamengo é, caso se confirme a oferta, oferecer um novo contrato além do atual, que vai até 2022, com salário até fora da curva para o jogador. Acontece que hoje Cuéllar é remunerado de acordo com o mercado, e recebe menos do que outros atletas do elenco que não são tão queridos da torcida e importantes para o time.

Além dos vencimentos terem chegado a um valor considerado teto no momento da primeira renovação, o preço de uma venda para Europa hoje também seria baixo - giraria entre 7 e 10 milhões de euros. A não ser em caso de um improvável de China ou Rússia. O jogador está aberto a possibilidades, mas pode ir parar em um mercado sem visibilidade.

O Flamengo entende que como a saída é desejo do atleta e de seu agente, a oferta chegará no fim das contas sem que o clube possa fazer muita coisa para ganhar mais com a negociação.

"Acho que o jogador sabe do momento e da idade. Junto com a vontade do empresário, vai forçar pra sair se chegar proposta. Mas de qualquer forma, o atleta é 100% dedicado e profissional", diz uma fonte do clube.

A solução seria a a diretoria se mobilizar para apresentar uma contraproposta com valores salariais acima do mercado para a posição do volante. E com luvas tão generosas quanto as que Cuéllar receberia no exterior. Essa hipótese é pouco provável.

A oferta que ainda não chegou, segundo as fontes ouvidas pela reportagem, também indica que nenhum clube médio pagará mais de dez milhões de euros por um atleta colombiano, prestes a fazer 27 anos, volante, com 1,76 metro, e que não tem histórico como titular da seleção de seu país. Ou seja, não pagará nem o que Flamengo quer, nem o que Cuéllar quer.

O que abre o precedente de que uma renovação no Flamengo seria mais vantajosa esportiva e até financeiramente, a depender da boa vontade do clube em equiparar as propostas salariais. E da de Cuéllar em entender que o Flamengo pode ser seu auge.

Até agora, o jogador teve sondagens de clubes de menor expressão apenas.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget