Especialistas avaliam a chegada de Jorge Jesus ao Flamengo

LANCE: O Flamengo acertou a contratação do técnico português Jorge Jesus por um ano neste sábado, agitando o noticiário esportivo e os torcedores rubro-negros nas redes sociais, que estavam ansiosos pela definição de um novo treinador. Com isso, o LANCE! buscou opiniões de jornalistas de Portugal e do Brasil para avaliar a escolha do Rubro-Negro e traçar um perfil do novo comandante. Será que ele terá respaldo da torcida?

O editor e colunista do jornal LANCE! Carlos Alberto Vieira vê a contratação do português como uma boa aposta. Ele tem grande expectativa sobre o novo técnico estrangeiro no comando da equipe carioca.

- Jorge Jesus é uma boa aposta para o Flamengo. Um dos melhores treinadores de Portugal e soube sempre trabalhar com jogadores de base, no Benfica e Sporting. Isto pode ajudar o clube carioca, que tem grande expectativa nos campeonatos - afirmou.

Jorge Jesus é o novo técnico do Flamengo - Foto: @flaesportes
Em contrapartida, o editor e colunista do Diário LANCE! Felipe David destacou que o técnico não tem mercado na Europa e o comparou à sequência negativa de técnicos estrangeiros pelo Brasil.

- Não faz parte do primeiro escalão de treinadores do futebol mundial e não goza de prestígio no mercado europeu. Não tem grife para chegar com pompa ao Flamengo. Além disso, vai demorar para se adaptar ao estilo do futebol brasileiro. Temos vários exemplos de estrangeiros que não deram certo aqui como treinadores. Lembro logo de Paulo Bento, que assumiu o Cruzeiro prestigiado por ter sido o técnico de Portugal no Mundial de 2014 e comandou a Celeste em apenas 17 jogos. Jesus pode se tornar uma preocupação para a diretoria do Flamengo.

Juca Kfouri, da "ESPN", foi mais cauteloso em sua declaração sobre a contratação do técnico português. O jornalista diz que será preciso ter paciência até o novo técnico se adaptar ao futebol brasileiro.

- É um técnico que tem grandes conquistas pelo Benfica e Sporting, mas como qualquer outro treinador estrangeiro, vai ter dificuldades para se adaptar ao estilo brasileiro. Vamos ter que dar tempo ao tempo. Não adiante querer resultado de imediato - avaliou.

Em Portugal, Bruno Andrade, jornalista brasileiro e que é repórter do jornal "A Bola", afirmou que o estilo de jogo do técnico é ofensivo e relatou todo o seu histórico por onde passou. Um estilo que parece agradar a torcida rubro-negra.

- Jorge Jesus é um treinador com olhar ofensivo, sempre preocupado com as questões táticas. Respira futebol 24 horas por dia. Acima de tudo gosta do convencional 4-4-2 ofensivo, com os meias mais abertos. Dependendo do jogo ou do que tem em mãos para trabalhar, também aposta no 4-1-3-2. Foi muito vitorioso no Benfica, onde fez história e se tornou referência em Portugal. Até começou um bom trabalho no Sporting, recebendo os reforços que pediu, mas acabou entrando em conflito com o antigo e complicado presidente Bruno de Carvalho. A péssima relação acabou com a saída dele. Sem muito mercado na Europa, foi para o Al Hilal, principalmente pela questão financeira. Foi para lá sabendo que ficaria pouco tempo. Em seis meses, foi campeão e rescindiu contrato.

Além dele, o repórter do jornal "O Jogo" Duarte Tornesi também salientou que o treinador admira o estilo rápido e dinâmico. Além disso, o jornalista português contou que o técnico é bastante exigente nos treinamentos.

- Estamos encarando com muita expectativa a aventura de Jorge Jesus no Brasil. Agora, nós (portugueses) vamos acompanhar o Campeonato Brasileiro com outro olhar a partir de agora. O estilo de jogo preferencial dele é o 4-4-2, pode ser com dois jogadores ou em losangos. Acredito que isso pode ser aproveitado com Diego, Everton Ribeiro e Arrascaeta. O Flamengo terá que contratar mais um atacante para jogar ao lado de Gabigol ou Bruno Henrique. Vai ser difícil! É um treinador taticamente muito exigente, especialmente, na parte ofensiva. Além disso, dá liberdade ao jogadores para criarem. No Benfica e Sporting, onde teve mais sucesso, jogou desde modo. Além do mais, ele já tentou contratar Willian Arão, Rodrigo Caio, Gabigol  e Arrascaeta na época em que estava em Portugal.

A jornalista portuguesa Barbara Pereira teve o mesmo discurso de Duarte Tornesi. Ela caracterizou o treinador como teimoso e com berros durante treinamentos.

- Obcecado pelo trabalho e pelo futebol, teimoso e com as ideias no campo, assim é Jorge Jesus, que chega a dar treinos de três horas, com berros e insultos, até os jogadores acertarem no que ele quer. Mas isso não faz com que os jogadores não gostem dele, muito pelo contrário, e por isso é que jogadores como Pablo Aimar e David Luiz afirmaram que Jesus foi o melhor treinador que tiveram - disse Barbara, destacando que o treinador é muito bom taticamente.

- Uma das características mais elogiadas por jogadores e colegas do técnico é a tática. Jesus é um dos grandes treinadores portugueses e a sua sede por conhecimento sobre futebol levaram-no a ser considerado um dos mestres da tática e conhecedores do jogo em Portugal. O posicionamento é a chave em todas as equipas do português que também prezam um futebol ofensivo e para a frente, muitas vezes com a defesa a jogar sob a linha de meio campo - completou.

OPINIÃO DO SETORISTA - Marcello Neves
​Eu acredito que Jorge Jesus pode dar certo no Flamengo. Principalmente, se ele conseguir impor o que ele pensa sobre futebol. Onde entra minha maior preocupação: os jogadores do Flamengo são conhecidos por serem muito paternalistas, principalmente, como o técnico Abel Braga. Já Jorge Jesus é conhecido por sua personalidade forte. A principal preocupação é a aceitação dos jogadores com relação a Abel Braga. Caso ele consiga impor suas ideias e aliar as características do elenco, que é ofensivo, ele vai ter um caminho aberto para trabalhar.

Ele tem grande expectativa sobre o novo técnico estrangeiro no comando da equipe carioca.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget